Maresias, o pico do surf paulista

Maresias é a praia paulista mais freqüentada por surfers

Prepare as malas para viajar. Quem gosta de surfar e está em São Paulo não pode perder a oportunidade de ir à praia de Maresias. O local já é bem conhecido entre os paulistas, porém, conta com presença constante de pessoas de outros estados, ou até países, diante sua marca registrada: a referência mundial do surf brasileiro.

O lugar fica localizado a 30 km do centro da cidade portuária de São Sebastião que abrange 33 praias singulares e possui 78 km de pura natureza paradisíaca. A mais conhecida e visitada é, sem dúvidas, a de Maresias, litoral norte paulista – 173 km da capital (rodovia Prestes Maia, SP, 055 / BR 101, Rio-Santos).

É necessário ficar bem atento na direção do automóvel.  A estrada, apesar de bem sinalizada é considerada perigosa pelo DER/SP (Departamento de Estrada e Rodagem de São Paulo) diante suas curvas fechadas caracterizadas pela pista única, curta e de duas mãos. Em contrapartida, a paisagem da estrada possui a beleza singular dos montes de terra de média elevação cobertos por natureza abundante que somente a Mata Atlântica pode oferecer, em um robusto encontro natural entre floresta e mar.

Existem diversas pousadas e chalés disponíveis, porém, é importante reservar antecipadamente o local ambicionado nos períodos festivos. Caso o objetivo da viagem for o famoso “bate e volta” na época de aquecimento turístico, fique atento, pois não existirá vaga de automóvel disponível. Vale ressaltar que os estacionamentos do local possuem preços abusivos por hora estacionada.

A praia de maresia possui extensão de 5 km de areia cristalina que contrasta com o mar cristalino, características difíceis de serem encontradas nas grandes praias do litoral paulista. Ela esta cercada por dois grandes morros, onde a vegetação rasteira se estende até a ponta da praia.  As ondulações de Sul com ventos Leste formam “ondas perfeitas”, principalmente para quem gosta de pegar “tubo”, sendo recomendado o uso de pranchas rápidas para ondas tubulares localizada no lado direito da praia. Muitos frisam, “é onda o dia inteiro!”. Veja os principais períodos para surfar no local: ·

-Primavera:Com temperatura amena e dias extremamente bonitos, surfar no nascer ou pôr do sol é uma recompensa para si mesmo, uma visão inesquecível. Aproveite para admirar o arquipélago de Alcatrazes que neste período fica ainda mais destacável na paisagem.

-Verão:Temperatura alta. Poucas ondas uma vez que o fluxo turístico é bem alto, aumentando a demanda por ondas.

-Outono: Praia um pouco mais vazia, temperatura amena, os ventos favorecem o tamanho das ondas.

-Inverno: Praia vazia e ondas maiores. Período de maior fluxo de surfistas profissionais devido ao alto grau de dificuldade de “drop” das ondas. A presença de roupa de borracha é estritamente necessária devido às frentes frias.

O naturalismo está presente. Na praia não se encontra nenhum tipo de alimento frito, a plenitude dos serviços de alimentação dos quiosques são os sucos e lanches naturais. A qualidade culinária fica restrita aos diversos restaurantes localizados na frente da praia. A prática de esporte também é incentivada e facilmente notada (futebol, futevôlei, vôlei, squash, etc). Os Jets skis estão presentes para serem alugado. Há presença abundante de salva-vidas.

Pode-se dizer que a vida noturna em Maresias é agitadíssima. Existem diversos quiosques, bares, e outros tipos de comércios noturnos. Vale destacar a balada Sirena, muito glamorosa e reconhecida no país.

Com o passar do tempo o lugar vem ganhando estrema sofisticação, e com isso, vem se tornando mais caro. Esteja com o bolso preparado, pois a estrutura comercial de Maresias possui reconhecimento internacional, preços altíssimos diante o renomado atendimento diferenciado. Decoração, conforto e culinária – contribuem com a crítica positiva do local.

Foto: Bruno Zuini no Flickr

Forró agarradinho em dunas de areia, isto é Itanúnas

A praia das Dunas é a mais visitada

Imagine um lugar paradisíaco, considerado uma mistura eclética de composições naturais. Uma porção de areia tão grande e cristalina que o azul do mar é apenas um mero coadjuvante nesta visão deslumbrante. Os Bancos de Areia alcançam os Bancos de Rocha no alto do mar. Os manguezais, repleto de belezas silvestres, estão cercados por pequenos rios.  Aqui, é muito fácil encontrar qualquer grande porção de terra arenosa entre as lagoas e o mar.

Todas estas paisagens misturadas com o som do mais puro forró pé de serra. Diversos jovens dispostos, a gastar, o dia e noite, dançando forró, com todas as pessoas possíveis. Forró, ritmo quente, os corpos ficam extremamente colados. Podemos ouvir a respiração e sentir o batimento do coração de quem está dançando conosco, realmente é um sentimento diferente. Esta dança, misturada com a beleza singular paradisíaca das paisagens naturais do local, forma, o significado de Itaúnas.

São 30 quilômetros de praia. A Praia das Dunas é a mais freqüentada. As dunas de areia possuem quase um quilômetro de comprimento e trinta metros de altura. Elas surgiram quando montanhas de areia com quase trinta metros de altura engoliram a Vila dos moradores. Porém, eles reconstruíram a Vila, no outro lado do Rio Itaúnas. A Vila principal está localizada perto da Praia das Dunas, à 23 quilômetros da cidade de Vitória, dentro do município de Conceição da Barra, Espírito Santo.

Desfrute das paisagens e do autêntico forró pé de serra. Até mesmo no carnaval, a tradição é mantida, sempre forró. O Buraco do Tatu é uma casa de forró local que fica do lado da Vila das Dunas.  Eles fizeram uma super programação de forró em pleno carnaval, trazendo diversos Trios conhecidos no Brasil inteiro, como o Trio Virgulino e o Trio Nordestino. Detalhe, cinco noites de festa por cinquenta reais. Tudo em Itaúnas é muito barato!

Os melhores períodos para encontrar festivais de forró em Itaúnas são: Temporadas de férias escolares, Carnaval, Réveillon, entre outros períodos de paradas coletivas. Não perca a oportunidade de dançar forró agarradinho, descalço nas areias das deslumbrantes dunas de Itaunas, uma incrível zona de areia em pleno campo rural.

 

Foto: Rodrigo Sampaio Teixeira no Flickr

Ayers Rocks, uma das maiores rochas do mundo

O Ayers Rocks, ou Uluru, é um dos locais mais sagrados dos aborígenes australianos. Considerado uma das maiores rochas do mundo, está localizado no grande Parque Nacional de Uluru-Kata, há aproximadamente 450 km de Alice Springs, próximo a pequena cidade de Yulara, norte-central da Austrália.

A rocha possui quase 400m de altura em uma Continue lendo “Ayers Rocks, uma das maiores rochas do mundo”