Poços de Caldas: Um ambiente propício para quem procura sossego

Vista aérea da cidade de Poços de Caldas

Com mais de 70 hotéis e pousadas espalhados pela cidade, Poços de Caldas só poderia mesmo ser um dos mais importantes pólos turísticos do sul de Minas Gerais. Muitos desses estabelecimentos oferecem programações e monitores para entreter todas as faixas etárias. Vários ônibus turísticos circulam pela cidade diariamente. Tudo isso porque Poços de Caldas possui um fato curioso que atrai muitas pessoas: A cidade está localizada numa área onde havia um vulcão num passado remoto. As águas ricas em enxofre que ainda borbulham do solo é o maior atrativo do município. O clima de montanha também faz do lugar um dos mais irresistíveis da região.

Porém, toda essa vocação turística é mais antiga do que se pensa. No início da década de 1940, Poços de Caldas vivia seu apogeu graças aos inúmeros cassinos que havia espalhados pela cidade. A boemia era tanta que nem mesmo Carmem Miranda, Juscelino Kubitschek e Santos Dumont resistiam. Visitavam a cidade frequentemente. O então presidente Getúlio Vargas também adorava o ambiente agradável de Poços e chegou a trazer móveis do Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, para decorar sua suíte presidencial do Hotel Palace. Ainda hoje é possível encontrar essa mobília no hotel mais famoso da cidade. Mas, a cidade começou a entrar em decadência em 1946 quando o jogo foi proibido no Brasil. O número de turistas diminuía conforme os cassinos fechavam suas portas. Para os atuais habitantes da cidade, Poços de Caldas deveria ser a “Las Vegas brasileira”.

Apesar desse revés, o município mineiro nunca perdeu o charme daqueles tempos. Tanto é que, até hoje em dia, Poços de Caldas é um dos destinos preferidos para casais em Lua de Mel. São várias praças arborizadas e casarões históricos que propiciam esse clima de romantismo.

Embora esteja localizada no sul de Minas Gerais, a maioria dos visitantes é paulista. O município fica na divisa com o estado de São Paulo, a apenas 240 km da maior cidade do país. As estradas que ligam a capital paulista a Poços de Caldas estão entre as melhores do país. Porém, turistas de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e outras regiões brasileiras visitam a cidade com freqüência.

No alto da Serra da Mantiqueira, Poços de Caldas também atrai aventureiros em busca de trilhas no meio do mato, mirantes e cachoeiras. Aliás, são várias quedas d’água, dentre as quais se destacam a Cascata Véu das Noivas e a Cascata das Antas. Esta última abriga as ruínas de uma das primeiras usinas hidrelétricas construídas no Brasil, em 1898. As fontes de águas termais, que saem do solo a uma temperatura de 40°C, são atrações indispensáveis para qualquer pessoa que passa pelo município. As propriedades medicinais dessas águas são indicadas para diversas doenças, como asma, bronquite, úlcera, prisão de ventre, gastrite, reumatismo, nevralgias etc. No balneário das Termas Antônio Carlos, construído em arquitetura romana, existe duchas e saunas que fazem as pessoas se sentirem 10 anos mais jovens. Quem não estiver a fim de relaxar e ganhar esse tratamento vip pode fazer um tour pelo edifício gratuitamente. O local é cartão postal da cidade.

A alta temporada é no inverno, durante o mês de julho, quando as temperaturas podem chegar a -2°C. Os hotéis ficam cheios e o clima fica propício para um bom vinho e passeios ao ar livre pelo centro da cidade. Sem dúvida, um dos lugares mais tranqüilos de Minas Gerais.

Foto: pguedes no Flickr 

Orlando: a capital mundial da diversão

Epcot Center é uma das atrações a ser encontradas em Orlando

O sonho da maioria das crianças, pelo menos uma vez da vida, foi conhecer a Disney e seu mundo encantado, aonde é possível conhecer os castelos das princesas e acompanhar os belos desfiles, com todos os principais personagens que se encontram nas histórias infantis. Mas o que não sabemos quando pequenos é que “a Disney” é apenas um dos parques existentes na cidade Orlando, localizada nos Estados Unidos.

Os principais parques de diversão da cidade são:

Magic Kingdom: Inaugurado em 1971, esse foi o primeiro parque de diversão instalado. O parque possui 142 acres e abriga o famoso Castelo da Cinderela, ícone na Disney, e a área mais recente, Piratas do Caribe, inspirada no filme que leva o mesmo nome. Uma curiosidade sobre o parque é que por noite, são gastos U$S 45 mil dólares apenas nos fogos de artifício que compõem o show que é apresentado no local durante todas as noites.

Hollywood Studios: Se você gosta de cinema, essa é uma parada obrigatória. Inaugurado em 1989, o local possui como ícone o chapéu que Mickey Mouse utiliza na animação “Fantasia” (conhecida no Brasil como Aprendiz de Feiticeiro) e abriga os parques temáticos de Indiana Jones e Toy Story, além da Tower of Terror (Torre do Terror), um elevador em queda livre instalado dentro de um edifício.

Epcot Center: aberto ao publico pela primeira vez no ano de 1982, o parque foi criado como uma forma de comemoração às conquistas do ser e descobertas feitas pelo ser humano. O espaço abriga a Spaceship Earth, a torre circular feita com 1324 triângulos de alumínio e o maior oceano artificial do mundo, com 21 milhões de litros d’água. É no parque que está localizada a área temática da animação “Procurando Nemo”.

Animal Kingdom: Uma das áreas que mais desperta a curiosidade dos visitantes, por possuir tanto animais verdadeiros como mecânicos. É nesse parque que se encontra o Safári Kilimanjaro e o Festival do Rei Leão, em homenagem a primeira animação a concorrer ao Oscar. É nessa área que também se localiza a “Expedição Everest”, a atração de maior altura de todo o parque.

Kennedy Space Center: cerca de uma hora do centro de Orlando, é um lugar que merece ser visitado. O centro conta a história da exploração espacial da Nasa através de exibições, réplicas de um ônibus espacial e foguetes reais descartados no Jardim dos Foguetes, que impressiona pelo seu gigantismo . Também é possível tocar em uma rocha extraída da lua.

Como a demanda para viagens a Orlando no Brasil é grande, os preços costumam ser razoáveis e é possível parcelar a viagem. Para mais informações sobre o lugar, acesse um Guia de Viagem produzido especialmente para Orlando.

Foto: Shutter Spectre no Flickr 

Um tour pelo mundo mágico de Harry Potter

Escola de Hogwarts

Com a estreia do último filme da série do bruxinho mais famoso Harry Potter e as Relíquias da Morte – parte 2, em 15 de julho, nada melhor do que conferir os cenários do filme que fez parte da vida de muitos fãs durante 10 anos. A maioria das gravações foi feita na Inglaterra e algumas cenas na Escócia. E desde junho de 2010, o parque da Universal Studios, em Orlando, também oferece aos fãs mais diversão com o parque O Mundo Mágico de Harry Potter.

Na Inglaterra, para quem estiver em Londres, uma parada obrigatória é a Estação King’s Cross. Devido ao sucesso do filme, a administração da estação inaugurou entre as plataformas 9 e 10, a famosa “Plataforma 9 ¾”. Gloucester também foi palco de gravação da série. A catedral da cidade foi local de muitas cenas da Escola de Hogwarts.

Já na Escócia, as cenas do Expresso de Hogwarts foram filmadas no país. É o chamado Trem à vapor Jacobite (Jacobite Steam Train). Ele é operado pela West Highland Railway e vai de de Fort William até Mallaig. As paisagens mostradas no filme podem ser vistas durante a viagem de trem.

Um passeio que deve constar no roteiro dos fãs do bruxinho é uma ida ao parque O Mundo Mágico de Harry Potter, da Universal Studios, em Orlando. No local, foi construída uma réplica do Castelo de Hogwarts, onde os visitantes embarcam em um passeio que dura cerca de uma hora. O Desafio do Dragão é outra atração do parque. É uma montanha russa inspirada no Torneio Tribruxo.

A Vila de Hogsmeade não ficou de fora do roteiro, e teve sua versão construída na Universal Studios.Os visitantes poderão provar a famosa cerveja amanteigada ou os feijõezinhos de todos os sabores. No Beco Diagonal, o grande atrativo é a loja de varinhas do sr. Olivaras. Para quem quiser levar uma lembrança, há lojas com as varinhas dos personagens, todas entiquetadas indicando a quem pertence. Há também vassouras e até corujas em versão marionete. Diversão na certa para quem é fã!

Pacotes:

A Carry on Tours tem um pacote de 4 dias. A excursão inclui um tour pelos pontos de filmagem em Oxford, e em Yorkshire para um passeio pelo Expresso de Hogwarts. A empresa Off to London também tem um pacote de 2 dias.

Em Orlando, a Universal Studios oferece um pacote de 4 noites, incluindo acomodação, café da manhã e acesso ao parque do Harry Potter.

Foto: popculturegeek.com no Flickr