Como tirar o visto para os Estados Unidos

Se você quer viajar para os Estados Unidos devem ter um visto antes

Para viajar aos Estados Unidos é necessário estar bastante atento a diversos requisitos para que não ocorra a famosa barragem em aeroportos norte-americanos. Depois do 11 de setembro todos os grande aeroportos do ocidente passaram por grandes reformulações nas normas de segurança. Neste sentido, quem não possui o visto devidamente registrado e aprovado dificilmente consegue adentrar ao país. Veja como tirar o visto para ir aos Estados Unidos.

As informações sobre como proceder podem ser encontradas aleatoriamente no site da embaixada americana. Conheça os passos básicos:

Antes de tudo é necessário pagar uma taxa de R$38 (preço do agendamento) em um boleto gerado no site “visto-eua.com.br”. O valor é o mesmo para quem vai renovar (independente do tempo que estiver inviabilizado) ou solicitar na primeira vez.  Quem não possui acesso via internet pode discar para a central de agendamento do Serviço de Informações e Vistos: (0/xx/21/4004-4950).

Consequentemente é necessário preencher o formulário para solicitação de visto DS-160. Faça tudo com bastante calma, pois erros podem atrasar ainda mais o processo.

Existe a opção “salvar” dentro do endereço eletrônico oficial, com isso os dados podem ser inclusos conforme a disponibilidade de horário do requerente. Com isso é necessário embolsar outra arrecadação para dar continuidade – a Taxa de Solicitação de Vistos custa US$ 131 e deve ser paga em espécie ou reais no Citibank.

Dia da entrevista!

De acordo com o tipo de visto é necessário pagar mais taxas extras que podem ser sanadas com cartão de crédito internacional. Todavia, todos devem comparecer munidos dos seguintes documentos:

  • Foto 5×5 ou 5×7. Ela deve ter sido tirada há pelo menos seis meses sendo que o fundo deve ser obrigatoriamente branco.
  • Passaporte atual. O antigo documento é obrigatório em casos de vistos realizados em menos de dez anos.
  • A página que confirma o preenchimento do formulário DS-160.
  • Comprovante de pagamento da taxa de US$ 131.
  • Algum documento original que ateste vínculo com o país de origem, neste sentido é necessário ficar bem claro que o turista possui total intenção de deixar os EUA. Estas provas podem ser desde a carteira profissional de trabalho como uma declaração escolar.
  • Caso a viagem seja paga por uma terceira pessoa é necessário trazer documentos da mesma, certamente que os mesmos serão solicitados pelo oficial consular.

Depois de tudo acertado, pague a taxa de envio ao serviço de entrega expressa. Normalmente a entrega demora entre dois e cinco dias úteis depois do deferimento conquistado na entrevista.

Foto: Rainer Ebert no Flickr 

Autor: Renato Duarte Plantier

Redator na rede de blogs The Diktyo SL. Coproprietário e Redator de blogs informativos em AsemioticanaWeb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *