Conheça o Shard, o novo arranha-céu mais da Inglaterra

The Shard
The Shard, o prédio mais alto da Europa
Parece que os Emirados Árabes desejam espalhar aos quatro cantos do mundo o seu gosto por prédios grandiosos, belos e imponentes.

Financiado quase que totalmente por um grupo do Qatar, Londres recebeu no início de fevereiro a inauguração do arranha-céu Shard, que com seus 310 metros de altura conquistou a posição de prédio mais alto de toda a União Europeia, além de oferecer uma vista excepcional da cidade.

Sua construção começou em março de 2009 e seu arquiteto se chama Renzo Piano, que tem na conta a criação do Centro Georges Pompidou, referência turística na França, enfrentou diversos obstáculos para que sua obra saísse do papel: o local em que o edifício se encontra era ocupado por outro, que precisou ser totalmente desmanchado para dar lugar à nova construção.

O arquiteto também teve que lidar com a resistência de várias personalidades da cidade, que se opuseram fortemente à construção do prédio, alegando que ele seria “um caco de gelo atravessando o coração da Londres histórica”, frase que ajudou a batizar o prédio (shard significa caco, em inglês).

Mas William Matthews, chefe de execução do projeto concebido pelo arquiteto italiano Renzo Piano, rejeita as críticas.

“A torre Eiffel provocou reações de ódio quando foi construída, e agora é um monumento emblemático admirado pelos parisienses”, afirma William Matthews responsável pela execução do edifício londrino, que acredita que o tempo mostrará que a cidade só tem a ganhar com a aquisição do arranha-céu.

E, ao que parece, ele está certo: já foram registradas milhares de reservas para conhecer o topo do Shard, que espera receber cerca de 1 a 1,5 milhão de pessoas por ano a um preço de entrada fixado em 24,95 libras (US$ 40 ou cerca de R$ 80,00).

Por dentro do prédio

Além da altura respeitável, o prédio traz em seu interior escritórios de trabalho estilo premium (2º a 28º andar), um hotel(34º a 52º), residências de luxo (53º a 65º), lojas de compras, restaurantes (31º a 33º) e um spa (52º), além de uma galeria construída para visitas, que ocupa quatro andares da construção (68 e 72º) e possui 245 metros de altura.

Os responsáveis pelo prédio esperam receber um público diário de 8 mil pessoas entre visitantes e frequentadores do prédio. Uma curiosidade é que a música de elevador foi feita exclusivamente para o Shard e conta com a interpretação da Orquestra Sinfônica de Londres.

Foto: innoarchitecture.wordpress.com

Autor: Mônica Wanderley

Blogger na rede The Diktyo SL.Bacharelado em Jornalismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *