Conheça os Patrimônios Culturais da Humanidade brasileiros

O centro histórico de Diamantina, em Minas Gerais.

Cidades e monumentos que são Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO aparecem em todas as guias de viagem e atraem a atenção de turistas de todo o mundo. Muitos viajantes lêem os itens que aparecem na lista de patrimônio da UNESCO para planejar suas férias e isto, alem da sua beleza natural, faz que sejam visitados por milhares de turistas anualmente.

O título de Patrimônio Cultural da Humanidade é concedido pela Organização das Nações Unidas para a Cultura, Ciência e Educação (UNESCO) a os monumentos, edifícios, trechos urbanos e até ambientes naturais de importância paisagística que tenham valor histórico, estético, arqueológico, científico, etnológico ou antropológico. Com esta lista, a UNESCO busca catalogar e ajudar na identificação, proteção e preservação destes bens culturais.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) foi fundada no 16 de Novembro de 1945 pela Organização das Nações Unidas com o objetivo de contribuir para a paz e a segurança no mundo através da educação, a ciência, a cultura e as comunicações.

Confira a lista dos dez locais brasileiros Patrimônios Culturais da Humanidade e veja a data em que ganharam a distinção da UNESCO:

  • A cidade histórica de Ouro Preto, Minas Gerais (1980)
  • O centro histórico de Olinda, Pernambuco (1982)
  • As ruínas jesuítico-guaranis de São Miguel Arcanjo, em São Miguel das Missões, Rio Grande do Sul (1983)
  • O centro histórico de Salvador, Bahia (1985)
  • O Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas (1985)
  • Brasília (Plano Piloto) (1987)
  • O Parque Nacional da Serra da Capivara, Piauí (1991)
  • O centro histórico de São Luís, Maranhão (1997)
  • O centro histórico de Diamantina, Minas Gerais (1999)
  • O centro histórico da Cidade de Goiás (2001)

Você pode ler mais informações sobre alguns desses lugares em posts de ViagemHoje:

Foto da Diamantina: Vanessa Cristina (Away) no Flickr

Autor: Jordi Bordes

Co-fundador da The Diktyo SL.Professor de Comunicação Online na Universidad Autònoma de Barcelona (UAB).Director de Marketing na Smallsquid SL e na Blogestudio Red de Medios (2009-2013).Gestor de contas na Elogia Espanha (2008-2009).Licenciatura em Publicidade e Relações Públicas (ESRP - Barcelona).Licenciatura em Economia (UB - Barcelona).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *