Emoções do turismo de aventura

A Tiroleza na Praia de Morro de São Paulo é uma das atrações turísticas mais visitadas pelos turistas de aventura

Uma excelente ideia para aqueles que buscam emoções e contato com a natureza é o turismo de aventura. Este tipo de esporte não é de caráter competitivo e sim uma experiência agradável e ímpar para se estar próximo de paisagens exuberantes e adrenalina a flor da pele.

O turismo de aventura é um segmento do setor turístico que compreende o movimento de turistas cujo atrativo principal é a prática de atividades de aventura de caráter recreativo. Podendo ocorrer em qualquer espaço: natural, construído, rural, urbano, estabelecido como área protegida ou não. Algumas atividades relacionadas são: Rafting, rapel, mountain bike, mergulho autônomo, mergulho de apnéia, trekking, arborismo, exploração de Cavernas entre outras atividades.

O Estado da Bahia, por exemplo, pode ser considerado território atraente e desafiador para os praticantes dos Esportes de Aventura. Na maioria das regiões do estado pode-se encontrar condições favoráveis para a prática deste tipo de atividade. Pelo fato de estar inserida na região Nordeste do país, que compreende o clima semi-árido e quente, com pouca chuva durante o ano e possuindo um relevo acidentado, a Bahia vem se tornando palco para a prática de diversas modalidades dos Esportes de Aventura.

Na Bahia, destacam-se como destinos para a prática do Turismo de Aventura: a Chapada Diamantina, onde se pratica o rappel, trekking, tirolesa, mergulho, atividades assim ligadas à natureza; a Ilha de Itaparica, inserida na Baía de Todos os Santos, onde é possível praticar uma diversidade de esportes náuticos, além do pára-quedismo; Morro de São Paulo, que sempre teve destaque através do turismo de lazer devido principalmente às suas praias, mas que atualmente também vem se destacando no cenário de aventura, com relevância às atividades de mergulho e de tirolesa; e, por fim, o município de Paulo Afonso, inserido no sertão baiano que vem se constituindo num referencial para o Turismo de Aventura, com a possibilidade da prática de modalidades como bungee jump, base jump, tirolesa, rapel, trekking, pára-quedismo.

É importante saber o que levar na mala para uma viagem de turismo de aventura: utilize sempre roupas leves, um boné e óculos de sol. Tenha consigo alimentos leves, em uma viagem desse tipo uma pizza não convém. Não se esqueça dos artigos de higiene pessoal como escova de dente, sabonete e um protetor solar. Não se esqueça também de levar um kit de primeiros socorros, afinal de contas nunca sabemos o que pode acontecer.

Você não precisa ser praticante regular desse tipo de experiência (repleta de emoção, diga-se de passagem!) nem ser um super atleta: pessoas “comuns” podem participar. É verdade, contudo, que certas atividades exigem um mínimo de preparo físico, como é o caso do mergulho. Diversas entidades têm parcerias com hotéis-fazenda e pousadas e oferecem diferentes pacotes em finais de semana que podem incluir refeições Consulte seu guia de vigens e saiba qual a melhor opção para você.

Foto: whl.travel no Flickr

Autor: Henrique Fiorese

Blogger na rede The Diktyo SL.Estagiário na empresa Salvat & Partners (Barcelona).Cursando Administração de Empresas na Universidade de Brasília.Cursando Direito no UniCEUB – Brasília.Formado em inglês para negócios na Kaplan Aspect (San Diego – California).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *