Lagoa da Pampulha: cartão postal de Belo Horizonte

O paisagismo da Lagoa da Pampulha encanta turistas que vão conhecer a capital mineira

A Lagoa da Pampulha embeleza a cidade do Belo Horizonte

A Lagoa da Pampulha embeleza a cidade do Belo Horizonte

Belo Horizonte, capital de Minas Gerais não tem o mar como beleza natural, mas tem uma lagoa que embeleza a cidade e que, com o passar dos anos, foi assumindo sua importância. Ela é a Lagoa da Pampulha, hoje cartão postal e um local de turismo e de lazer.

O criador responsável pelo projeto foi Oscar Niemeyer que é um dos mais renomados arquitetos brasileiro. Suas obras são voltadas para construções de edifícios públicos. Foi ele que projetou a capital brasileira, Brasília.

O projeto da Lagoa da Pampulha ocorreu durante a gestão de Juscelino Kubitschek, mais conhecido entre os brasileiros como JK. Ele foi prefeito de Belo Horizonte entre 1940 e 1945, governador de Minas Gerais entre 1951 e 1955 e presidente do Brasil entre 1956 e 1961.

Ao redor da lagoa existem outros pontos turísticos, dentre eles a Igreja de São Francisco de Assis, a Casa do Baile, o Museu de arte da Pampulha e o Parque Ecológico.

A lagoa da Pampulha retrata a modernidade dos anos 40 e nos dias de hoje, não só para os turistas, mas também para os moradores, representa um local de lazer. Em seu entorno muitos aproveitam para fazer cooper, caminhada, ciclismo e outros esportes. Já outras pessoas vão até lá apenas para apreciá-la.

Mesmo com a água da lagoa não estando em perfeitas condições, animais a tem como seu habitat. Exemplo disso são as capivaras, elas vivem em grupos familiares e podem ser vistas bem de perto. Quem passa por ali se perde com os encantos que a natureza proporciona, e de maneira bem sutil.

Ainda que a lagoa esteja situada na cidade, onde transitam veículos a todo o momento, existe um contrate entre urbanismo e natureza. Alguns jacarés também vivem nela, às vezes eles se exibem às margens da lagoa para tomar sol.

Apesar da água poluída, algumas pessoas desrespeitam as placas com instruções de que a pesca é proibida no local e ainda assim vão lá para pescar. Os peixes que vivem na lagoa são impróprios para consumo, por possuírem alto nível de metais pesados e isso pode causar danos à saúde, caso seja consumido.

A Lagoa da Pampulha é também palco de diversos eventos esportivos. Anualmente, em torno dela, ocorre a já tradicional ‘Volta Internacional da Lagoa da Pampulha’, que é uma das maiores provas brasileiras e em dezembro de 2011 completará sua 13ª edição.

Na copa de 2014, Belo Horizonte receberá milhares de turistas, estes que terão a oportunidade de conhecer a lagoa, já que ela fica próxima do Estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão, que será palco de vários jogos durante a copa.

Da Lagoa da Pampulha se avista também o ginásio Mineirinho, que fica ao lado do Mineirão. Outros pontos procurados por muitos, no entorno da lagoa são: o zoológico, centro de diversões, bares, restaurantes, clubes e o aeroporto.

A Lagoa da Pampulha recebe todo ano, no réveillon, centenas de pessoas. A queima de fogos de artifício encanta quem ali está. Ao redor da lagoa as pessoas se reúnem e ganham um show a parte.

Quem conhece sabe e quem ainda não conhece este cartão postal, vale à pena conhecer. Um cenário que é encantador, criação do homem e espetáculo da natureza num só lugar.

Foto: vcheregati no Flickr

Seções: Cenários naturais encantadores, Lagoas
Tags: , , ,

Deixe uma resposta

*