Maresias, o pico do surf paulista

Maresias é a praia paulista mais freqüentada por surfers

Prepare as malas para viajar. Quem gosta de surfar e está em São Paulo não pode perder a oportunidade de ir à praia de Maresias. O local já é bem conhecido entre os paulistas, porém, conta com presença constante de pessoas de outros estados, ou até países, diante sua marca registrada: a referência mundial do surf brasileiro.

O lugar fica localizado a 30 km do centro da cidade portuária de São Sebastião que abrange 33 praias singulares e possui 78 km de pura natureza paradisíaca. A mais conhecida e visitada é, sem dúvidas, a de Maresias, litoral norte paulista – 173 km da capital (rodovia Prestes Maia, SP, 055 / BR 101, Rio-Santos).

É necessário ficar bem atento na direção do automóvel.  A estrada, apesar de bem sinalizada é considerada perigosa pelo DER/SP (Departamento de Estrada e Rodagem de São Paulo) diante suas curvas fechadas caracterizadas pela pista única, curta e de duas mãos. Em contrapartida, a paisagem da estrada possui a beleza singular dos montes de terra de média elevação cobertos por natureza abundante que somente a Mata Atlântica pode oferecer, em um robusto encontro natural entre floresta e mar.

Existem diversas pousadas e chalés disponíveis, porém, é importante reservar antecipadamente o local ambicionado nos períodos festivos. Caso o objetivo da viagem for o famoso “bate e volta” na época de aquecimento turístico, fique atento, pois não existirá vaga de automóvel disponível. Vale ressaltar que os estacionamentos do local possuem preços abusivos por hora estacionada.

A praia de maresia possui extensão de 5 km de areia cristalina que contrasta com o mar cristalino, características difíceis de serem encontradas nas grandes praias do litoral paulista. Ela esta cercada por dois grandes morros, onde a vegetação rasteira se estende até a ponta da praia.  As ondulações de Sul com ventos Leste formam “ondas perfeitas”, principalmente para quem gosta de pegar “tubo”, sendo recomendado o uso de pranchas rápidas para ondas tubulares localizada no lado direito da praia. Muitos frisam, “é onda o dia inteiro!”. Veja os principais períodos para surfar no local: ·

-Primavera:Com temperatura amena e dias extremamente bonitos, surfar no nascer ou pôr do sol é uma recompensa para si mesmo, uma visão inesquecível. Aproveite para admirar o arquipélago de Alcatrazes que neste período fica ainda mais destacável na paisagem.

-Verão:Temperatura alta. Poucas ondas uma vez que o fluxo turístico é bem alto, aumentando a demanda por ondas.

-Outono: Praia um pouco mais vazia, temperatura amena, os ventos favorecem o tamanho das ondas.

-Inverno: Praia vazia e ondas maiores. Período de maior fluxo de surfistas profissionais devido ao alto grau de dificuldade de “drop” das ondas. A presença de roupa de borracha é estritamente necessária devido às frentes frias.

O naturalismo está presente. Na praia não se encontra nenhum tipo de alimento frito, a plenitude dos serviços de alimentação dos quiosques são os sucos e lanches naturais. A qualidade culinária fica restrita aos diversos restaurantes localizados na frente da praia. A prática de esporte também é incentivada e facilmente notada (futebol, futevôlei, vôlei, squash, etc). Os Jets skis estão presentes para serem alugado. Há presença abundante de salva-vidas.

Pode-se dizer que a vida noturna em Maresias é agitadíssima. Existem diversos quiosques, bares, e outros tipos de comércios noturnos. Vale destacar a balada Sirena, muito glamorosa e reconhecida no país.

Com o passar do tempo o lugar vem ganhando estrema sofisticação, e com isso, vem se tornando mais caro. Esteja com o bolso preparado, pois a estrutura comercial de Maresias possui reconhecimento internacional, preços altíssimos diante o renomado atendimento diferenciado. Decoração, conforto e culinária – contribuem com a crítica positiva do local.

Foto: Bruno Zuini no Flickr

Autor: Renato Duarte Plantier

Redator na rede de blogs The Diktyo SL. Coproprietário e Redator de blogs informativos em AsemioticanaWeb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *