Mineirão, o segundo maior estádio de futebol do Brasil

O segundo maior estádio de futebol do Brasil, o "Mineirão"

O ‘Estádio Governador Magalhães Pinto’, mais conhecido como Mineirão, fica localizado na região da pampulha, em Belo Horizonte e é o segundo maior estádio de futebol do Brasil, perdendo apenas para o Maracanã, do Rio de Janeiro.

Para nascer o Mineirão, houve um longo período de obras, que durou entre os anos de 1959 a 1965, foi quando ocorreu a inauguração, no dia 05 de setembro de 1965. Para a construção foi necessário 7.200 operários.

Inicialmente a capacidade de público era de 130 mil pessoas, porém depois de alocar cadeiras em todo o estádio, a capacidade diminuiu para 76 mil, sendo 54 mil assentos com encosto.

O gerenciamento do Mineirão pertence à ADEMG -Administradora dos Estádios de Minas Gerais. A ADEMG é uma administradora pública, que surgiu junto com o Mineirão, ela é vinculada à Secretária do Estado de Esporte e Lazer.

A estrutura do Mineirão é composta de: 15 portões com 72 roletas, para entrada de público; 78 guichês para venda de ingressos; 6 vestiários, dois deles possuem sala de aquecimento para os jogadores, banheiras de hidromassagem e ar condicionado.

São 45 cabines, destinadas para: técnicos que operam o placar, diretores de clubes, visitantes e para emissoras de rádio e televisão. O campo possui 110 metros de comprimento e 75 metros de largura. Os espaços nas laterais são de 25 metros e atrás dos gols 48 metros.

O estacionamento do Mineirão comporta cerca de 4.000 carros. Devido ao grande espaço, aos domingos, pela manhã, ocorre feira de carros. É um evento que já existe a mais de 20 anos, onde as pessoas utilizam o estacionamento para comprar e vender veículos.

O que ficou marcado para a história do estádio foi o primeiro gol. Ocorreu durante a partida de inauguração e o autor foi Bouglaeux, aos 2 minutos do segundo tempo, na vitória da seleção mineira sobre o River Plate, da Argentina, por um a zero.

Outra curiosidade da história do Mineirão é o recorde de público do estádio, que foi em 22 de junho de 1997, no jogo entre Cruzeiro e Vila Nova, com o placar de 1 para o Cruzeiro e 0 para o time adversário. O público total foi de 132.834 pessoas.

Ao redor do campo existem diversos bares, porém a venda de bebida alcoólica é proibida, inclusive nas barracas de alimentos e bebidas que ficam do lado de fora do estádio.

Mineirão é também sinônimo de culinária. As pessoas formam filas para terem o prazer de deliciar o famoso ‘tropeirão do Mineirão’, este é o prato típico do estádio e é muito procurado pelas pessoas. O ‘feijão tropeiro’, que é a mistura de feijão com farinha, couve, bife de porco, torresmo e ovo frito.

Imagem de como será o Novo "Mineirão" depois de concluídas as necessárias obras de remodelação

Em obras, desde meiados de 2010, especialmente para recepcionar a copa do mundo de 2014, o Mineirão está sendo todo modificado e sua reabertura está prevista para o final do ano de 2012. Enquanto isso, os amantes do futebol terão que controlar a saudade para poder reencontrar com o velho Mineirão, que tantas alegrias já proporcionou a muitos. É o velho, mas de cara nova, o novo Mineirão dos mineiros, o gigante da pampulha.

Foto 1: Mineirão; Everaldo Vilela no Flickr
Foto 2: Novo Mineirão; Governo de Minas Gerais no Flickr

Autor: Poliana Nunes Rollo

Blogger na rede The Diktyo SL.

1 pensamento em “Mineirão, o segundo maior estádio de futebol do Brasil”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *