O prazer de viajar em um cruzeiro marítimo

Cruzeiro marítimo: uma viagem que compensa!

Há quem diga que nunca subirá a bordo de um navio. Seja porque teme a imensidão do mar, ou porque sofreu com enjôo no vai e vem das ondas. Logo, esse post vem desbravar os mares dos cruzeiros marítimos. E aguçar a curiosidade daqueles que nunca estiveram a bordo de um cruzeiro.

Para quem tem medo de mar: Deixe os traumas de lado! A segurança em um cruzeiro marítimo é total. E deixa sempre lembranças incríveis. O máximo que vai acontecer será você querer repetir a dose sempre que tiver férias.

De início, o cruzeiro marítimo já apresenta uma vantagem que as outras formas de viagem não têm. Bem simples; você não precisa fazer e desfazer mala, mudar de hotel e perder horas de trânsito em aeroportos. Seu hotel será o mesmo; sua cabine no navio. Só mudará o porto, o mar, a paisagem. Viajar em um cruzeiro marítimo é, na verdade, sinônimo de conforto, bem estar e muito lazer. E o melhor; não há um público alvo determinado. Pode ser uma alternativa diferente para casais maduros, recém casados, jovens solteiros, famílias inteiras e há também opções exclusivas para o público GLS.

A grande vantagem de fazer um cruzeiro que saia de um porto brasileiro é que você não terá despesa com passagem aérea.  Ao passo que um cruzeiro marítimo que parta do exterior pode custar um pouco mais caro, não só pela passagem aérea, mas pelas acomodações. Além de às vezes, requerer atenção com temas burocráticos de visado.

Entretanto, geralmente, um cruzeiro marítimo bem planejado não resulta tão caro quanto se imagina. Pois se levado em conta que hospedagem, alimentação e transporte já estão incluídos, realmente, é uma viagem que compensa. Haverá pequenos gastos como um drink à beira da piscina, ou nas festas noturnas. Ou dependendo do destino, quando você decidir descer do navio e explorar a cidade em que ancorar…

Sobre a lenda das náuseas marítimas; essa história está quase extinta. Atualmente, os navios estão bastante modernizados, contam com estabilizadores e devido à estrutura cada vez maior, não há essa oscilação cinematográfica (que pode ocorrer com pequenas embarcações). Porém, se você ainda estiver preocupado, uma boa dica é conhecer o mapa do navio com certa anterioridade. Não só para se habituar a sua próxima hospedagem, mas para escolher as melhores opções de quartos (cabines) no centro do navio. Pois estas serão sempre as mais estáveis. Daí, a importância de fazer um bom planejamento do seu primeiro cruzeiro marítimo.

Antes de optar por um cruzeiro, tenha em mente o tipo de destino que mais lhe atrai. E quantos dias pretende navegar, essa equação resultará no valor agregado da sua viagem.

Algumas empresas oferecem alternativas de mini cruzeiros, que são cruzeiros marítimos de quatro noites. São pequenos itinerários dentro da costa brasileira, em geral, por períodos curtos, como feriados, ou finais de semana, trajetos saindo do Rio de Janeiro, passando por Búzios ou Angra dos Reis, bem como litoral paulista são bastante procurados.

Uma nova opção e que funciona muito bem é o advento dos cruzeiros temáticos. Funcionam como os hotéis temáticos e também são buscados por famílias com crianças pequenas. No entanto, há também cruzeiros temáticos voltados para temáticas de beleza e até mesmo humor, onde o nível de entretenimento e animação é elevadíssimo.

No Brasil, os cruzeiros marítimos saem do Rio de Janeiro ou de Santos, podendo haver embarque também em Salvador, com distintas rotas por cidades do nordeste. Outros cruzeiros navegam rumo a Buenos Aires e Punta Del Este, rumos também bastante buscados na alta temporada.

Para a ilha de Fernando de Noronha importante ressaltar que só há um navio autorizado pelos órgãos ambientais a realizar o trajeto na região.

Entre os jovens que buscam baladas, festa e azaração os cruzeiros marítimos são bastante disputados no carnaval. Outro período que necessita prévia reserva é a semana da noite de réveillon. Porque na noite do dia 31, os navios se aproximam das praias para contemplar o espetáculo de fogos de artifício. Nada mais bonito que ver a explosão dos fogos direto do mar.

Na rota internacional dos cruzeiros marítimos, um dos destinos mais cobiçados é o Caribe. As imagens exuberantes das Bahamas, Barbados, Martinica, Jamaica, Tortola, Saint Martin e Aruba são um colírio para os olhos.

Os cruzeiros pelo mediterrâneo também são um capítulo à parte. A rota tradicional em regra compreende Grecia, Italia e Turquia. No que pode haver variações mais interessantes como: lugares arqueológicos pelo Egito, Israel ou Libano. Com atenção especial aos apaixonados pelos encantos do Egito; há cruzeiros fascinantes pelo Nilo que permitem chegar a Luxor e zarpar pelos templos de Hatshepsut, Luxor e Karnak, além do Vale dos Reis e vislumbrar em breves dias, a antiga Tebas.

Pelo mediterrâneo ocidental, os cruzeiros  habitualmente seguem o trajeto França, Itália e Espanha, apresentando também a opção de um trajeto mais voltado para a beleza das praias. Uma boa dica é viajar na primavera, porque dependendo do mês, o verão europeu em alto mar pode ser demasiado quente.

Há também cruzeiros marítimos pela Ásia, desvendando a costa Tailandesa e Indonésia. Verdadeiros paraísos! Assim como paragens não menos preciosas como a Polinésia Francesa e os recantos de Bora-bora e ilhas do pacífico.

Escolha o navio, estude as opções de hospedagem as cabines com suítes, as simples, internas, com janelas, com varandas, enfim… Há empresas dedicadas especialmente aos cruzeiros marítimos. Algumas até propõem certa fidelidade e a partir do segundo cruzeiro você ira acumulando descontos. Outras oferecem descontos ao terceiro hospede na habitação.

É só uma questão de planejamento, orçamento, desenvoltura e içar as velas! Basta encontrar um porto, e deixar o mar lhe levar!

Foto: turismobahia no Flickr

 

 

Autor: Renata Vásquez

Redatora e revisora da rede de blogs The Diktyo SL.Advogada

2 pensamentos em “O prazer de viajar em um cruzeiro marítimo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *