Paisagem medieval preservada: Bem vindo à Praga

Cidade de Praga

Franz Kafka, escritor nascido na República Tcheca, já dizia: “Praga não deixa a gente ir embora, esta velha tem garras”. Ao se referir à sua cidade natal, o autor simplesmente falou o óbvio. Praga, a capital da República Tcheca, é um lugar que tem uma capacidade enorme de seduzir todas as pessoas que a visitam. Localizada na região da Boêmia Central, Praga é a maior cidade do país, com população de aproximadamente 1,2 milhões de habitantes. Catedrais góticas, palácios e mansões renascentistas, conventos barrocos e pontes medievais estão espalhados por toda a capital tcheca, o que já lhe rendeu uma grande lista de patrimônios históricos da humanidade marcados pela UNESCO.

Por muitas décadas, a “Pérola do Oriente” não recebia muitas visitas, pois a Tchecoslováquia, como integrante do bloco comunista liderado pela União Soviética, não era um país muito receptivo ao turismo. Após sobreviver a guerras e conflitos políticos, a cidade de Praga finalmente se firmou como destino turístico internacional pelo fato de ser uma das capitais mais bonitas do Leste Europeu. O curso sinuoso do rio Vltava – principal rio que corta a cidade – contrasta com a presença do Castelo de Praga, principal cartão postal da capital localizado à margem esquerda das águas. De acordo com o Guinness Book, o Castelo de Praga é considerado o maior do mundo, já que ocupa uma área superior a 72,5 mil metros quadrados. A construção também abriga o governo da República Tcheca e a residência oficial do presidente.

Praga é uma cidade que oferece inúmeras opções de lazer, cultura e entretenimento. Cartazes espalhados por toda a cidade divulgam apresentações de jazz e ópera. Os amantes de literatura não devem deixar de visitar a casa onde morou Franz Kafka e o museu dedicado ao escritor. O Frank Kafka Museum possui um acervo que mostra a relação do autor com a capital tcheca. Opções de bares, restaurantes e baladas são coisas que não faltam para quem curte vida noturna. O clima da cidade, embora predominantemente frio, não costuma ser obstáculo para os turistas. No inverno, apesar da neve cair forte na cidade, a temperaturas não chega a ser tão insuportáveis, podendo atingir os 5 graus negativos. Já os verões são amenos e os termômetros giram em torno de 15°C e 25°C.

A Staromestke námesti, também conhecida como Praça Central, é o ponto de partida para conhecer a cidade. Vários artistas de rua se apresentam nesse espaço, que é cercado de igrejas e prédios históricos. Situada à oeste da praça, a Ponte Charles possui uma imponente arquitetura gótica. Dos dois lados da ponte, há algumas esculturas de santos católicos em estilo gótico e barroco. Vale a pena conhecer também a Catedral de São Vito, a Basílica de São Jorge e o bairro judeu Josefov, com seis das mais antigas sinagogas do continente europeu.

Foto cidade de Praga: freefoto.blogspot.com

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *