Parque Ibirapuera

Parque do Ibirapuera

Atrações culturais e esportistas para todas as idades são encontradas no Parque Ibirapuera, terceiro maior de todo Estado, perdendo em extensão apenas para o Parque Carmo e Parque do Anhanguera. Atrai milhões de visitantes que podem gozar de um dos serviços mais qualitativos em todo país em matéria de parque. Abriga instituições, grandes construções e obras culturais aos moradores e visitantes da cidade de São Paulo. Conheça o Parque do Ibirapuera.

Um pouco de história

Foi fundado em 21 de agosto de 1954 para comemorar os quatrocentos anos da cidade. No entanto o projeto começou desde a década de 1920, quando a prefeitura ambicionou reservar esta área no intuito de construir parque temático semelhante aos encontrados em terras europeias ou nos Estados Unidos, como o Central Park.

Somente no ano de 1951, Lucas Nogueira Garcez, governador da cidade, convidou Oscar Niemeyer para construir o Parque antes das comemorações do 4° Centenário de São Paulo – fato que infelizmente não foi possível, a construção se encerrou sete meses após aquele esperado 25 de janeiro de 1954.

• Ibirapuera: Esporte e cultura

O Parque conta com pista de corrida, três quadras e ciclovia. Durante os dias úteis a maioria dos visitantes procura o local para realizar atividades esportivas. No entanto, visitação cultural também representa fator indispensável no crescimento da média de visitação anual.

Auditório: Palco de espetáculo. Construção no ano de 2005 que gerou críticas de especialistas porque o Ibirapuera é considerado patrimônio tombado.

Museu de Arte Moderna: Mais importante da categoria em todo país. Construído por Francisco Matarazzo Sobrinho, junto com sua esposa, Yolanda Penteado.

Bienal de São Paulo: Prédio no qual ocorrem exposições relacionadas com arte moderna. Sede brasileira da Bienal Internacional.

Ginásio de Esportes: Inaugurado em 1957, principal centro de alguns eventos esportivos. Recebe shows musicais ou outros gêneros de espetáculo.

Monumento às Bandeiras: Homenageia a figura do bandeirante que foi indispensável à evolução de São Paulo. Obra de arte presente em diversos cartões postais que retratam esta cidade.

Oca: Edifício que abriga grandes exposições. No passado abrigou os Museus da Aeronáutica e do Folclore.

Museu Afro: Cinco mil obras sobre a temática feitas ou achadas do século XV até os dias atuais. Campo voltado para pesquisas e exposições de temáticas sobre os afrodescendentes no Brasil.

Planetário: Traz lições sobre astronomia ao público acima dos 12 anos.

Conjuntos Arquitetônicos!

Palácio Ciccillo Matarazzo

Palácio das Nações

Palácio das Exposições

Palácio dos Estados

Palácio da Agricultura

Grande Marquise

Obelisco do Ibirapuera

Monumento às Bandeiras

Foto: sacomisaco.blogspot.pt

Autor: Renato Duarte Plantier

Redator na rede de blogs The Diktyo SL. Coproprietário e Redator de blogs informativos em AsemioticanaWeb

1 pensamento em “Parque Ibirapuera”

  1. Eu sou catalana e estou pensando em visitar São Paulo e sem dúvida eu voy a fazer e o Parque do Ibiropuera. Muito grato pelas informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *