Ruínas da antiga cidade sagrada de Machu Picchu encantam visitantes com sua arquitetura arrojada

Machu Picchu é uma das Sete Maravilhas do Mundo

Eleita uma das Sete Maravilhas do Mundo em 2007, a cidade de Machu Picchu é um dos destinos turísticos mais populares do mundo. Localizada no Departamento de Cuzco, no sudeste do Peru, o local é o maior símbolo da cultura Inca e do país. Machu Picchu está situada numa altitude de aproximadamente 2350 metros, próxima de ÁguasCalientes, uma cidade que serve como base de apoio logístico aos turistas que visitam o Sítio Arqueológico.  Embora descoberta apenas em 1911, estudos indicam que a cidade foi construída entre os séculos XV e XVI, durante o declínio do Império Inca. A cidade sagrada possui inúmeras construções feitas de pedra engenhosamente encaixadas. São praças, tumbas, fontes, prisões, dentre outras maravilhas da arquitetura pré-hispânica.

Não se sabe exatamente se Machu Picchu servia como observatório astronômico, ou como monastério para mulheres, ou mausoléu para o primeiro imperador da civilização, Pachakuteq. O motivo dos Incas terem construído, ocupado e abandonado essa vila de pedra num lugar de difícil acesso continua sendo uma incógnita. E é justamente todo esse clima de mistério que atrai milhares de visitantes todos os anos para essa região da Cordilheira dos Andes. Grupos religiosos e exotéricos buscam o local para meditar e realizar seus rituais místicos. É também o principal destino na América do Sul para mochileiros e aventureiros, além de ser uma ótima opção para viagens em família. A cidade de ÁguasCalientes, localizada a três quilômetros das ruínas, possui  hotéis, restaurantes, albergues e pousadas para receber todo esse fluxo.

Em Cuzco, a antiga capital do Império Inca, o turista também conta com uma infra-estrutura variada, que vão desde hotéis de luxo até estabelecimentos mais simples para os mochileiros. A cidade é a principal porta de entrada para Machu Picchu e está a 73 quilômetros de distância do vilarejo. Pode ser acessada por vôos diretos que partem do Aeroporto de Lima, a capital do Peru.

Existem trilhas que ligam Cuzco às ruínas. O trajeto a pé leva aproximadamente quatro dias para ser percorrido. No meio do caminho, é possível encontrar restos arqueológicos remanescentes dos Incas e apreciar a paisagem que mistura características andinas e amazônicas.  Para esses aventureiros, é recomendável que andem devagar para evitar qualquer mal estar provocado pelas elevadas altitudes dos Andes. Essa sensação de desconforto é conhecida na região como “Soroche”.  Beber bastante água ou chá de Coca ajuda a aliviar os sintomas. Muitas pessoas também mastigam as folhas da planta para seguir adiante na trilha sem passar por qualquer problema.

Para quem não gosta de se aventurar no meio da natureza, a alternativa é chegar à ÁguasCalientes e Machu Picchu de trem. O percurso de Cuzco até o complexo arqueológico dura quatro horas.

Foto: 4tutor no Flickr

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *