São Paulo está fora da Copa das Confederações de 2013

Estádio de futebol de São Paulo

O turista que vai seguir com sua seleção na Copa das Confederações em 2013 não vai passar pelo Estado durante a trajetória pelo país. Acontece que o secretário-geral da FIFA, Jerome Valcke, anunciou que São Paulo está fora da Copa das Confederações e corre sério risco de ficar de fora não só da abertura como da realização da Copa do Mundo, um duro golpe  no coração dos paulistas e paulistanos que são a locomotiva econômica do Brasil.

O Morumbi tinha tudo para ser escolhido, porém o presidente do São Paulo Futebol clube, Juvenal Juvêncio, está com relações políticas abaladas com a CBF que não encaminhou o estádio como opção explícita para a FIFA. O escolhido foi o novo estádio do Corinthians devido as boa relação política do presidente do clube, José Sanches. Ele está planejado para ser construído na região de Itaquera.

As obras já eram para ter começado efetivamente, porém, constantes confusões de diversos gêneros entre clube e empresa responsável pelas obras faz com que tudo permaneça ainda no chão. Já ouve até mesmo protestos dos trabalhadores contratados que estão esperando de fato o trabalho começar. Diante tantos problemas a FIFA não teve outra opção senão descartar a cidade que gera mais economia para o país.

O secretário especial de articulação da Copa do Mundo ainda teve o descaramento de não se sentir preocupado com o fato: “O objetivo principal do município de São Paulo é realizar a abertura da Copa do Mundo, receber o Centro de Mídia e o Congresso Técnico da FIFA. Se conseguirmos fazer a Copa das Confederações também significa uma coisa a mais. É claro que temos interesse nisso, mas precisamos focar nos objetivos centrais”.

O secretário não se preocupa com o que o mundo esportivo inteiro está preocupado, uma vez que todos sabem que a Copa das Confederações é um torneio que existe somente para testar à infraestrutura do país sede e ambientalizar as seleções para o mundial. Vale destacar que a FIFA também está intimamente preocupada com o andamento da reforma do Maracanã que corre seríssimos riscos de exclusão da abertura das Confederações.

A instituição mundial do futebol já admitiu ter mais tolerância para os prováveis atrasos desse incrível símbolo nacional, principalmente depois da reforma na cobertura da estrutura que atrasará a obra para metade de 2013. Por enquanto, se nada der errado, são estádios definidos como sede da Copa das Confederações: Estádio Nacional (DF), Mineirão (MG), Maracanã (RJ), Beira-Rio (RGS) e Fonte Nova (BH).

Foto: Rodrigo_Soldon no Flickr

Autor: Renato Duarte Plantier

Redator na rede de blogs The Diktyo SL. Coproprietário e Redator de blogs informativos em AsemioticanaWeb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *