Símbolos clássicos de Paris

Arco do Triunfo de PAris
O Arco do Triunfo
Sonho de 9 entre 10 viajantes, visitar Paris é uma atividade repleta de história, beleza e grandiosidade. Para facilitar sua tarefa e ajudar na organização dos passeios, listamos os principais lugares que devem ser vistos durante os dias de passagem pelo coração da França:

Torre Eiffel (Tour Eiffel)

Mesmo que você não vá ao último andar, precisa ao menos chegar perto para admirar aquela que é a referência de Paris. Uma curiosidade sobre a obra é que ela seria erguida de maneira temporária, apenas para comemorar o centenário da Revolução Francesa. Porém, a torre de 320 metros de altura conquistou tantos partidários que sua manutenção foi aprovada (para o deleite das gerações futuras).

Centro Cultural Georges Pompidou (Centre d’Art et de Culture Georges Pompidou)

Mais visitado do que a própria Torre Eiffel, basta você se aproximar do local para entender porque ele atrai tanta atenção: construído pelo arquiteto Renzo Piano, o prédio é composto por uma estrutura metálica que apresenta todas as vigas, sistemas e tubulações expostas.

O local possui uma biblioteca, multimidioteca, salas de exposições, cinemas, um acervo de arte moderna e contemporânea do Musée National d’Art Moderne. Vale a pena visitar o topo do Centro é conferir, do lado de fora, o chafariz e seus objetos bizarros.

Palácio de Versailles (Château de Versailles)

Erguido no final do século 17 por Luís 14, o Rei Sol, o castelo mais famoso da França (e talvez do mundo), é dividido em quatro partes: o prédio principal do palácio, os luxuosos jardins com seus desenhos geométricos e belíssimas fontes, além dos dois palácios menores: Grand Trianon e Petit Trianon.

Uma dica bastante válida é visitar o castelo principal pela manhã, para não enfrentar toda a fila, passear pelos jardins enquanto come alguma coisa e visitar os palácios menores de tarde, quando o ingresso fica mais barato.

Arco do Triunfo (Arc de Triomphe)

O local, que foi palco de momentos importantes da história francesa moderna, como a invasão do Exército alemão e as comemorações de libertação de Paris, possui no último andar um pequeno museu e uma vista grandiosa, que abrange a avenida Champs-Elysées, a Torre Eiffel, o obelisco na Place de la Concorde, o Louvre e mais ao longe o Le Grande Arche, fornecendo ao visitante uma vista do que a França tem de mais esplendoroso.

 Catedral de Notre-Dame (Cathédrale de Notre-Dame)

O local abrigou a coração de Napoleão, em 1804 e é um dos marcos de Paris. Sua construção, composta por vitrais, janelas, portais da Idade Média ainda conseguem nos transmitir um pouco do que foram os séculos passados. Após subir os 387 degraus até a torre, você consegue ver de perto as assustadoras gárgulas que inspiraram o desenho homônimo produzido pela Disney.

Foto: wlappe no flickr

Autor: Mônica Wanderley

Blogger na rede The Diktyo SL.Bacharelado em Jornalismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *