Os melhores lugares em conta para ficar em Buenos Aires

 

Albergues são ótimas opções para ficar em Buenos Aires
Albergues, ótimas opções para ficar em Buenos Aires

Mill House é um dos albergues mais famosos da cidade. Localizado no centro de Buenos Aires é conhecido pelas private parties destinadas somente a quem é hóspede. Mas não é só o entretenimento uma das vantagens da acomodação. Apesar de ser um hostel, Mill House oferece ótimos quartos para quem tem um orçamento limitado, além dos serviços indispensáveis em qualquer lugar como lavanderia, cozinha 24 horas, internet e serviço de quarto grátis. O hostel também oferece aulas de tango e espanhol.

Para quem quiser relaxar um pouco, pode aproveitar e dar um mergulho na piscina localizada na área externa. E para aqueles que vão a capital argentina e não podem gastar muito, Mill House é uma das melhores opções. Além de um excelente atendimento e boa localização, o staff oferece diversas opções de passeio pelos bairros e cidades como Bariloche, Ushuaia e Mendoza, pacotes de 13 ou 6 dias pela Patagônia, além do famoso bike tour por Buenos Aires.

O Artfactory Buenos Aires também é outra opção para quem busca um hostel em conta, mas bem cuidado. Na verdade, “bem cuidado” não é a melhor maneira de caracterizar o Artfactory, afinal o que o difere dos demais é a sua decoração. O albergue foi todo decorado por artistas argentinos e internacionais. O grafite foi a principal linha de decoração na fachada, dentro do estabelecimento e também nos quartos. Cada um possui uma cor e um design diferente.

Indepentende do cômodo, o clima é bem informal e alegre. Localidado no bairro de San Telmo, o hostel também tem um programação própria de eventos, com shows de música, sessões de cinema, churrascos e festas. O café da manhã é no próprio restaurante que tem mais cara de pub, com a sua pista de dança, bancos de couro vermelho e balcão de bar.

Na área externa, onde sempre acontecem os churrascos, há mais um bar para as festas ao ar livre. O bom do Artfactory é que tem um clima bem descolado e atrai muitas pessoas jovens. E para quem vai a Feira de San Telmo, aos domingos, o hostel está somente a cinco minutos a pé do local.

Em Palermo, uma acomodação bastante elogiada é o Che Lulu . Ele não é albergue, mas é um hotel três estrelas mais em conta para quem quer ficar no bairro, famoso pelas boates e lojas de marca. O Che Lulu atrai pela decoração voltada para o público feminino. Os quartos são temáticos: florais e de geischa, por exemplo. A acomodação também funciona como flat, com quartos maiores e sala.

Quem vai com uma amiga é ótimo para dividir o quarto, devido ao design bem feminino do hotel. Fora que o clima é intimista, fazendo com que lembre mais um quarto bem decorado de uma casa, do que propriamente um hotel.

Foto: alexgiaco.blogspot.com.es

Hospedagem em albergues

Em qualquer viagem um dos maiores gastos fica por conta da hospedagem, isso porque os hotéis oferecem cada vez mais luxo o que encarece suas diárias, especialmente quando viaja-se sozinho. Uma boa opção então para reduzir os custos da viagem é hospedando-se em um albergue ou como está na moda chamar um hostel. Porém ainda é muito forte a ideia de que esses lugares são hospedagens para jovens desacompanhados e que especialmente no Brasil não são lugares seguros e não possuem grande vantagem, mas essa é uma ideia ultrapassada, hoje o Brasil oferece ótimo hostels que não deixam nada a perder aos famosos albergues europeus.

A primeira dica para quem pretende se hospedar a um baixo custo é pesquisar os hostels disponíveis em seu destino em um site confiável ou com amigos. Entre os sites que trazem informações sobre albergues no Brasil, dois tem destaque por sua credibilidade: Albergues e Hostel. Nesses sites é possível encontrar mais informações sobre os albergues assim como tornar-se sócio deles, o que é uma opção muito vantajosa para os turistas mais frequentes, já que isso proporciona muitas vantagens na hora de se hospedar.

Outro mito a cerca dos albergues da juventude é quanto a hospedagem apenas de jovens em quartos com várias camas onde dormir com desconhecidos faz parte da aventura da viagem, essa é claro é uma opção possível e que costuma agradar os viajantes do tipo mochileiros, porém no Brasil é facilmente encontrados hostels que oferecem quartos para casais, ou para grupos maiores como com 4 pessoas que tornam a hospedagem segura, tranquila e muito mais barata. Outro medo dos turistas que não costumam ficar em hostels são os banheiros coletivos, porém essa também é uma opção, sendo possível encontrar quartos com suítes em muitos albergues.

No Brasil muitos albergues e hostels que oferecem maiores regalias, como suítes e café da manhã são conhecidos como pousadas, nesse caso raramente são vinculados ao sistema que permite desconto entre os viajantes, porém o preço acessível e a qualidade da estadia também são garantidos. Uma das maiores vantagens para os turistas que optar por se hospedar em lugares desse tipo não é apenas com referência aos valores, mas também ao tipo de hospitalidade que encontra, diferente das excursões lotadas esses lugares indicam passeios diferenciados, acessíveis e interessantes.

Sendo assim se você é jovem, viaja sozinho ou em grupo os albergues são a forma de hospedagem certa pra você, agora se a viagem é a dois ou em família a busca por um hostel ou pousada pode deixar sua viagem ainda mais barata e interessante.

Não achou o bastante, aqui tem mais 5 razões para se hospedar em albergues.

5 boas razões para se hospedar num albergue

Sala comum em albergue

O primeiro albergue da juventude nasceu na Alemanha, em inícios do século XX. A idéia foi do professor Richard Schirmann, que costumava realizar pequenas viagens de estudos com seus alunos. Tentando descobrir uma alternativa mais barata para as hospedarias, eis que surge a idéia de aproveitar escolas vazias para os jovens pernoitarem. Continue lendo “5 boas razões para se hospedar num albergue”