Terra do Cacau, Ilhéus está imortalizada nas obras de Jorge Amado

Catedral de Ilhéus

Eternizada nas obras de Jorge Amado, Ilhéus é uma cidade do litoral sul da Bahia, localizada a 450 quilômetros de Salvador, a capital do estado. O mar azul turquesa, cercado pela Mata Atlântica preservada, é um verdadeiro convite a qualquer pessoa que adora tomar um bronzeado num lugar tropical paradisíaco. São 84 quilômetros de praias, o que faz de Ilhéus o município com maior extensão litorânea da Bahia, como se já não bastasse o fato do estado possuir a maior costa do Brasil. A cidade é um dos points do surfe no Nordeste do país, mas opções de praias com águas calmas e areias douradas é o que não falta. Vale a pena conhecer as famosas praias dos Milionários, do Sul e de São Miguel.

Embora o escritor Jorge Amado tivesse nascido no município vizinho de Itabuna, foi na cidade de Ilhéus que ele imortalizou várias de suas obras. A “cidade romance do Brasil” possui, logo de cara, um aeroporto com o nome do escritor – porta de entrada para Canavieiras, Itacaré, Baía de Camamu e Barra Grande -, além de um quarteirão inteiro do centro de Ilhéus dedicado a Jorge Amado. É nessa região que ficam as mais importantes atrações culturais da cidade, como a Casa dos Artistas, o Cine Teatro e a própria Casa de Cultura Jorge Amado, abrigada na residência onde o artista passou a infância. Alguns personagens famosos do escritor também marcam presença em inúmeras barracas de praia, pousadas e restaurantes, como é o caso de Gabriela e Nacib, estampadas nas paredes do bar Vesúvio, reduto da boemia no sul da Bahia. Em Ilhéus, Jorge Amado está em toda a parte!

Não deixe de conhecer também a Igreja Matriz, construída em 1556 para ser sede da então capitania hereditária de São Jorge dos Ilhéus, e a Catedral de São Sebastião, imponente construção em estilo neoclássico cuja construção iniciou em 1931 e terminou em 1967. Outros lugares de interesse que merecem uma visita são o Palácio do Paranaguá, o Instituto Nossa Senhora da Piedade e o Palácio Episcopal. São verdadeiros cartões postais da cidade que guardam a história do nascimento do Brasil. Aliás, a cidade é repleta de prédios históricos, inclusive os que surgiram durante o auge da cultura do cacau. Sim, Ilhéus também é a capital do cacau, fruto de origem equatorial que se adaptou perfeitamente ao clima do litoral baiano. Algumas fazendas da região estão abertas ao público, que pode conhecer todo o processo do cultivo da fruta, desde a plantação até a colheita. É possível também degustar o fruto que dá origem ao chocolate, já que a primeira fábrica de chocolates caseiros da região Nordeste funciona em Ilhéus. A Bahia é, de fato, um verdadeiro paraíso para os chocólatras.

Foto Catedral de Ilhéus: happytellus.com

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *