Um passeio pela capital da Hungria

Budapeste é a cidade mais bonita sobre o rio Danúbio

Um ponto de referência importantíssimo para quem visita Budapeste, a capital da Hungria é, sem sombra de dúvida, o rio Danúbio. Isso pode ser explicado pela origem da cidade. Fundada em 17 de Novembro de 1873, Budapeste é resultado da fusão entre as cidades de Buda e Ôbuda, na margem oeste do rio, e Peste, no lado leste do Danúbio. As belas pontes que unem as duas regiões da cidade são apenas um detalhe da paisagem encantadora dessa metrópole de pouco mais de 1,7 milhões de habitantes. Se considerar a população da região metropolitana, esse número sobe para 3,2 milhões de pessoas.

Localizada no centro-norte da Hungria, a cidade de Budapeste guarda um patrimônio cultural e arquitetônico riquíssimo. Os prédios de fachadas rendilhadas, repletos de mosaicos, arabescos, elementos orientais, dentre outros ornamentos, chamam a atenção das pessoas que circulam pelas ruas a turismo. A arquitetura não esconde a influência turco-otomana desta cidade, que um dia também dividiu com Viena a sede do Império Austro-Húngaro. O planejamento urbano é semelhante ao de Paris, aspecto que a cidade ganhou na década de 90 do século XIX, quando muitos dos magníficos edifícios foram construídos em comemoração aos 1000 anos da cidade. Sim, apesar de a Budapeste atual ter sido fundada em 1873, conforme já mencionado, os povoados que deram origem a cidade são muito mais antigos.

Após sobreviver a duas guerras mundiais e resgatar seus tempos de glória após o fim do comunismo, Budapeste oferece inúmeras atrações culturais e gastronômicas. Não deixe de visitar a Cidadela, o Castelo de Buda, o Bastião dos Pescadores e a Igreja Matias, cartões postais localizados na região de Buda. De relevo mais acidentado, cheio de colinas e florestas, essa região ocupa um terço da área total de Budapeste e costuma estar associada a altos padrões de vida. Já o lado de Peste é mais plano e ocupa os dois terços restantes da área total de Budapeste. Repleta de restaurantes, lojas, hotéis, teatros e parques, Peste é a região mais animada da capital húngara. Vale a pena conhecer o imponente edifício do Parlamento Húngaro, a Praça dos Heróis e a Avenida Andrassy, pontos de referência dessa parte da cidade.

Como em todos os países localizados em altas latitudes, a amplitude térmica ao longo do ano é grande na Hungria. Budapeste é linda debaixo da neve, mas é mais fácil conhecê-la sob os 35°C que faz durante o verão. Pelo fato de Budapeste ser uma cidade bastante arborizada, a brisa refresca as pessoas das altas temperaturas. O leste europeu é uma região magnífica que merece ser incluída nos principais roteiros turísticos internacionais.

Foto Budapeste: disfrutabudapest.com

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

1 pensamento em “Um passeio pela capital da Hungria”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *