As piscinas térmicas de Budapeste

Piscinas da Szechenyi
Piscinas da Szechenyi
Um dos principais costumes na Hungria é o famoso é a piscina térmica. As água termais de Budapeste, capital do país, são paradas obrigatórias para quem está na cidade. As antigas casas de banho ainda atraem muitos turistas.

As águas termais das casas de banho possuem uma alta concentração de substâncias como magnésio, cálcio e bicarbonato de sódio. Muitos acreditam que elas ajudam a curar várias doenças. Um dos lugares mais famosos da cidade é a Szechenyi,  localizada no Városliget. A instalação possui 15 piscinas e foi inaugurada em 1913.

A entrada na Szechenyi custa entre R$ 30 e R$ 40. Para quem está na Europa com um orçamento curto e está de passagem por Budapeste, vale a pena conhecer o lugar. É um costume bem local que deve ser vivenciado pelos visitantes.  O melhor horário para ir é à noite, não só por ser mais barato mas também pelo fato do prédio ter toda uma iluminação diferente.

Também pelas bandas de Városliget, há uma outra casa de banho famosíssima: a Géllert. Ela é a mais sofisticada da cidade, frequentada principalmente pela alta sociedade local e por turistas. O ambiente é mais tranquilo comparada com a Szechenyi, pois esta fica muito mais cheia. Para quem quer relaxar e não dividir o espaço com dezenas de pessoas, a melhor opção é realmente a Géllert.

A piscina principal da casa de banho é toda circundada por colunas romanas. Além disso, no teto do local há uma claraboia com entrada de luz natural. Géllert é bem mais luxuosa e menos popular que Szechenyi. Vale a pena para quem estiver com o orçamento bem folgado para a viagem

Algumas dicas:

  • Muitas das casas de banho em Budapeste oferece outros serviços como tratamento de beleza e massagens.
  • Lembre-se de levar toalhas próprias e roubas de banho. As casas os oferecem, mas vai cobrar um adicional no preço por conta disso. E dependendo do lugar, esse adicional acaba saindo caro. Na dúvida leve a própria roupa de banho.
  • As casas de banho não funcionam somente no verão, mas também no inverno, principalmente as piscinas externa. Mesmo em baixas temperaturas, as águas ficam entorno de 30°C.

Para quem estiver procurando por algo diferente em Budapeste, este é o principal roteiro. Não só vale pela experiência, mas também para conhecer de perto com são os costumes húngaros, pois são bem diferentes dos dos brasileiros.

Foto: alfredoaramburu.blogspot.com

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.