Calico atrai turistas interessados na história do Velho Oeste

Calico é uma autêntica cidade do Velho Oeste

A cultura do Velho Oeste, imortalizada pelos filmes de Hollywood, habita o imaginário de milhões de pessoas em todo o mundo. Nos Estados Unidos e no México, existem algumas cidades históricas que sobreviveram ao progresso e ao crescimento populacional. Uma das mais conhecidas da região é Calico, situada no deserto de Mojave, no estado americano da Califórnia.  Localizada nas proximidades da rodovia A15, que liga Los Angeles à Las Vegas, Calico é uma autêntica cidade do Velho Oeste americano.

O vilarejo surgiu em meados de 1881 durante o período da Corrida do Ouro, quando foram descobertas reservas de ouro e prata na Califórnia. Na época, Calico tornou-se a maior mina de prata do sul do Estado. Alguns anos depois, a população da cidade ultrapassou a marca de 3500 habitantes, um número acima da média para uma região conhecida como “terra de ninguém”.

O período de maior prosperidade econômica durou de 1881 a 1896. A partir daí, as reservas de prata foram se esgotando e a população abandonou a cidade. Não havia mais motivos para que as pessoas continuassem habitando o ambiente hostil do deserto de Mojave. Entre 1904 e 1907, Calico havia se tornado uma cidade fantasma.

Permaneceu esquecida por muito tempo até ser redescoberta e transformada em atração turística. Pouco mais de um terço das construções originais de Calico permaneceram de pé. O restante foi reconstruído e restaurado, mantendo todas as características originais. Calico foi transformada num parque temático e histórico.

A cidade é muito visitada por pessoas que fazem uma parada no trajeto entre Las Vegas e Los Angeles. Para quem gosta dos filmes do gênero western, Calico é uma ótima opção para se visitar. Nos finais de semana, artistas caracterizados com trajes típicos do século 19 fazem encenações de duelos ao ar livre. Em meio ao ambiente marrom empoeirado, o visitante pode conhecer os Saloons e restaurantes da cidade e provar os pratos típicos do Velho Oeste. Também é possível assistir apresentações de can-can nos saloons. A rua principal é repleta de lojas de souvenirs de viagem. Vale a pena comprar algumas lembrancinhas do artesanato local. A paisagem natural da região também é um atrativo à parte para os visitantes. O clima quente e seco do deserto, a vegetação rasteira e as formações rochosas de pedra avermelhada fazem as pessoas viajarem no tempo, direto para os tempos do Faroeste.

Calico funciona diariamente até o pôr do sol. As lojas fecham a partir das 17 horas. No final da tarde, o local já fica vazio. É, de fato, uma cidade fantasma.

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *