Capital mais nova do país conta com natureza exuberante


Palmas é a capital mais nova do Brasil

Quem visita Palmas, a capital do estado do Tocantins, logo de cara faz comparações com outras cidades planejadas do país, como Boa Vista e Brasília. As ruas e avenidas são largas, cortadas por rotatórias e arborizadas. Com mais de 200 mil habitantes, Palmas está mais para porta de entrada para as principais regiões turísticas do estado, como a vizinha Taquaruçu e o Deserto do Jalapão. Na cidade de Palmas em si, são poucas as atrações para quem vem de fora. Mas isso não torna a capital tocantinense menos interessante do que a maior parte do país.

Palmas conta com uma posição geográfica privilegiada, no coração do Brasil, sendo como um elo entre a região Norte e o restante do País. A cidade é cercada pela serra do Lajeado e pelo rio Tocantins. Aliás, embora a cidade esteja bem longe do litoral, é possível aproveitar uma praia em Palmas. São várias prainhas fluviais ao longo da margem do rio Tocantins.

Projetada para ser a capital do estado mais novo do país, Palmas foi fundada em 20 de Maio de 1989, sendo também a última cidade completamente planejada no século XX, em todo o mundo. A caçula brasileira ainda está criando uma história e uma identidade próprias, talvez seja por isso que o turismo ainda não é o principal setor da economia. O Estado do Tocantins também é bastante jovem, já que foi criado com a Constituição de 1988. Mas vale a pena visitar a capital.

Basta dar uma volta pela Praça dos Girassóis, no centro da cidade, para o turista se encantar com o planejamento urbanístico de todo o município. O lugar é realmente enorme. A Praça dos Girassóis é considerada a maior praça pública do mundo, superando inclusive a Praça da Paz Celestial, em Pequim, e a Praça Vermelha, em Moscou. Neste local, estão localizados os principais prédios públicos do Tocantins, como o Palácio Araguaia, sede do governo estadual, e as secretarias de estado. Os poderes legislativos e judiciários tocantinense também estão na Praça dos Girassóis. O piso multicolorido com desenhos que fazem referência a grupos indígenas do Tocantins, como Xambioá e Apinajé, chama a atenção das pessoas pela sua beleza. Alguns principais cartões postais da cidade também estão na Praça, como o Memorial Coluna Prestes, obra de Oscar Niemeyer, e o monumento “Os 18 do Forte de Copacabana”.

O clima na cidade é quente, sendo comum as temperaturas ultrapassarem os 40 graus em boa parte do ano. Aliás, não é recomendável caminhar pelas ruas durante a hora do almoço. O sol forte e castigante esvazia as ruas todos os dias. Aos amantes da natureza, a dica é conhecer a região da Serra do Lajeado. O lugar é repleto de cachoeiras perfeitas para se refugiar do calor típico do Brasil central. Também é possível praticar esportes radicais, como tirolesa, rapel e trilhas no meio do mato.

Foto Palmas: guiasobrebrasil.com

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.