Crocodilos gigantes da Costa Rica

 

Crocodilo no Rio Tarcoles

Não é difícil notar que em um país que possui 6% da biodiversidade do mundo existem muitos animais. O intrigante mesmo é reparar como cada espécie animal pode facilmente surpreender o olho humano na Costa Rica. No Rio Tarcoles, habitantes alimentam ou passam a mão da cabeça de crocodilos que chegam a medir seis metros de altura. Conheça os crocodilos gigantes da Costa Rica.

Localizado ao sudoeste costa-riquenho, mais precisamente no município de Tarcoles, está localizado o imenso Rio Tarcoles com 50 km de extensão. É comum a presença de diversos automóveis estacionados ao redor uma vez que muitos param nos mirantes espalhados ou sob a ponte principal para admirar a digníssima paisagem biodiversidade. Entre os animais comumente presentes nota-se a constante presença de crocodilos em diversos tamanhos, desde um palmo de até seis metros de cumprimento. Poucos deles alcançam a ponte, mas é necessário ter cuidado.

Alguns aventureiros se arriscam descendo a ponte através das pequenas rochas escorregadias só para ter a sensação de estar perto com este conhecido e temido predador. Normalmente são da própria população local, portanto possuem experiência e especialização para lidar com o tratamento, mais indicados a adentrar através da mata e chegar ao rio com o fim de se obter esta incrível sensação do instinto selvagem.

Eles podem ser encontrados facilmente nas aldeias que cercam o Rio, utilize barcos motorizados alugados junto com os guias para chegar à margem deslumbrando a magnífica diversidade costa-riquenha. Os pelicanos e as garças confundem a visão verde e branca do lugar. O pôr-do-sol traz traços fortes e cativantes no céu, porém o passeio com os jacarés é mais seguro de manhã. O Rio também transcende diversas cores principalmente quando é misturado com as aguas do oceano atlântico, refletindo a cor dourada solar na água meio e salgada, formando ondas com a ajuda da força exercida pela natação dos crocodilos.

Eles estão nos mangues, habitat natural preferido da espécie. É estipulada, só no mangue de Tarcoles, uma população de 600 habitantes. Ali os guias alimentam os animais com as mãos e não obstante encostam tranquilamente a mão na cabeça dos animais. Alguns visitantes podem fazer a mesma coisa dependendo do humor do crocodilo e da autorização do guia.

Na Costa Rica o crocodilo é considerado animal em extinção apesar do franco crescimento oriundo de medidas penais bem fortes para os caçadores, prisão de até três anos mais multa por crime ambiental. Fora a proteção da população contra a degradação do ambiente que na Costa Rica atual já está enraizada na mente da geração presente.

Foto: mikebaird no Flickr

Nas montanhas de Bariloche

Bariloche significa "povo de trás da montanha"

Bariloche é um dos destinos preferidos dos brasileiros no inverno. Ao sul de Buenos Aires e nos Andes argentinos, a cidade faz parte do roteiro de quem quer curtir uma aventura na neve e aproveitar as baixas temperaturas.

A estação Cerro Bayo é a mais tranquila. Ela está localizada na vila de La Angostura, a 1.050 metros de altitude, e tem mais de 20 pistas e 12 elevações para iniciantes e também para os mais experientes. Outra famosa é o Cerro Catedral que tem a maior superfície de esqui da América do Sul. A estação está a 1.030 metros acima do nível do mar e tem mais de 50 pistas.

O Complexo Teleférico Cerro Otto é outro ponto que deve constar no roteiro. Há pistas de trenó, trekking e mountain bike. E o teleférico, que é a principal atração,  percorre toda a estação. E ele vai até o cume, com mais de 1.400 metros de altura. Para quem gosta de patinar, Neviska é a pista indicada. Ela fica em frente ao Lago Nahuel Huapi, além de oferecer aulas de patinação para todas as idades e níveis.

Mas o esqui, snowboard e a patinação não são a única opção de esportes na cidade. A Estância Peuma Hue, que fica dentro do Parque Nacional Nahuel Huapi, as margens do Lago Gutiérrez, oferece várias atividades como trekking e é nela que está o extinto vulcão Tronador.

Quem tiver a oportunidade de ir à cidade de Esquel, ao sul de Bariloche, deve conhecer Los Alerces National Park que fica na Patagônia argentina. No parque há áreas de pesca, árvores milenares, além de contar com lodges de luxo.

A cidade é uma concentração de esportes. Com inúmeras opções de escalada, trilhas e mountain bike ao longo do ano, Bariloche é uma ótima opção para os turistas que queiram conhecer um pouco do território argentino e adicionar um pouco de aventura na viagem.

Como ir:
Lan, TAM e Aerolíneas Argentina fazem voos para Bariloche. Para conferir preços e horários, basta acessar o site Decolar.

Quando ir:
Para esquiar, o ideal é ir no inverno. Mas ao longo do ano é possível fazer outras atividades, como escaladas, trilhas e passeios a cavalo na região.

Onde ficar:
O Hotel Villa Sofia Resort & Spa está perto do centro comercial da cidade. E os hóspedes ficam acomodados em cabanas.

Visto:
Brasileiros não precisam de visto para entrar como turistas no país.

Foto: faccig no Flickr

Algarve: sol, praia e muito mais

As águas do Atlântico banham a costa do Algarve

Região portuguesa desconhecida para a maioria dos brasileiros, Algarve chama a atenção graças aos seus verões longos, suas paisagens naturais, águas claras e inverno ameno, bem similar ao das regiões Norte e Nordeste do Brasil.

Por ser uma cidade a beira mar, ela foi ocupada por diversos povos, como os fenícios, cartagineses, romanos Continue lendo “Algarve: sol, praia e muito mais”