Como tirar o passaporte

O passaporte é um elemento necessário para qualquer viagem que você quer fazer

Com a entrada de milhões de brasileiros na classe C e o aumento de poder aquisitivo da mesma, ficou mais fácil para o cidadão comum realizar desejos que antes não passavam de sonhos. Como, por exemplo, viajar para outros países.

Conhecer culturas distantes, lugares sempre vistos na televisão ou em cartões postais e entrar em contato com pessoas diferentes são sempre ótimas razões para se viajar mundo afora. Mas, entre tantos cuidados a respeito da viagem (como a compra do bilhete aéreo e hospedagem), é muito importante não se esquecer de tirar o passaporte, um item de viagem essencial.

Mas para que serve um passaporte? Ele é um documento de identidade que serve para identificar um cidadão de um país durante a sua viagem por outras nações. Além disso, ele pode vir a ser muito útil em situações de emergência, como desastres naturais ou doenças: se o seu país de origem possuir relações diplomáticas com o lugar aonde você se encontra, a assistência virá de forma mais rápida e eficaz.

O procedimento para se retirar um passaporte é bem simples e não possui muitas etapas, mas é importante que seja feito com muita antecedência, pois, com o aumento do número de pessoas que viajam, a quantidade de pessoas requerendo um passaporte é maior e, dependendo da data em que se inicia o processo, requerer um passaporte pode demorar até meses.

O primeiro passo é acessar o site da Polícia Federal e acessar a página destinada ao passaporte. Escolha a opção emitir passaporte e preencha os dados que são pedidos, a saber:

  • Nome do pai e da mãe;
  • Local de Nascimento
  • Documento de Identidade (RG);
  • CPF
  • Título de eleitor
  • Situação militar (para homens)
  • Profissão
  • Endereço

Após o preenchimento de todos os dados, será gerada uma Guia de Recolhimento da União – GRU, com o valor cobrado para emissão do passaporte (atualmente R$ 156,04).

Com a GRU paga é chegado o momento mais delicado: o agendamento da entrevista, realizado pelo sistema da Polícia Federal, necessário para recolhimento das digitais e foto que constarão no passaporte. Apesar do número de locais que realizam esse serviço ter aumentado nos últimos anos, encontrar um horário disponível pode demorar semanas (uma dica é acessar o site que programa o agendamento no período da noite/madrugada, quando os horários normalmente são liberados).

Após a obtenção do agendamento, compareça ao local com todos os documentos que foram declarados no site mais a GRU paga. Esse procedimento é muito mais calmo: será feita a conferência dos dados e o recolhimento das digitais, além da foto a ser colocada no passaporte.

Se tudo estiver dentro dos conformes, o passaporte estará pronto em média na próxima semana e tudo o que o viajante tem a fazer é retornar ao posto para retirá-lo e continuar os preparativos da viagem!

Foto: Baigal no Flickr 

Autor: Mônica Wanderley

Blogger na rede The Diktyo SL.Bacharelado em Jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.