Construções históricas de Havana guardam a história da Revolução cubana

A lendária Avenida Malecón em Havana

A emblemática ilha de Fidel Castro está localizada na América Central, entre a Jamaica e a Flórida. Havana (La Habana em espanhol), situada na província de Ciudad de La Habana, é a capital de Cuba. Com o agradável clima caribenho, o litoral de águas cristalinas que banha a cidade é paradisíaco. Os furacões típicos do mar do Caribe não atingem Cuba com tanta intensidade e os prejuízos são mínimos. Por conta desse privilégio natural, Havana e os outros lugares do país recebem turistas durante o ano inteiro. O setor turístico é a principal fonte de renda de Cuba.

Os inúmeros monumentos históricos de Havana são atrativos para muitos viajantes, pois contam a história do país, desde os tempos de colônia, até os tempos da revolução socialista. A Fortaleza de San Carlos de La Cabana é a maior construída pela Espanha nas Américas e fica na margem oriental da baía de Havana. A cúpula imponente do Capitólio Nacional, construído no centro da cidade nos anos 1920, é um dos maiores cartões postais da capital cubana. A arquitetura é inspirada no Capitólio de Washington, Estados Unidos, país que até a revolução de 1959 exercia enorme domínio na ilha. Passear pela Rua La Calle 23 em El Vedado pode ser uma boa dica para quem gosta de dar aquela descontraída. O local possui vários hotéis, clubes e discotecas que atraem muitos jovens nos fins de semana.

Um dos pontos que é parada obrigatória a quem visita Havana é a Plaza de La Revolucion, onde é impossível não sentir a energia da revolução na Ilha. O prédio do Ministério Del Interior possui um desenho gigante do líder argentino Ernesto Che Guevara, com a frase “Hasta La Victoria Siempre”. O Museu Nacional de Belas Artes guarda a história da arte cubana e conserva o principal patrimônio artístico do país. O acervo de mais de 45 mil peças faz da instituição uma das mais importantes do Caribe e da América Latina.

Quem anda pelas ruas de Havana faz uma viagem no tempo. A grande maioria dos prédios e dos carros que trafegam pelas ruas é antiga. O isolamento de Cuba impediu que o país se modernizasse. Desde 1991, com o colapso da União Soviética, os embargos internacionais à ilha se intensificaram, o que dificultou ainda mais a situação da pequena nação.

Conversar com o povo cubano sobre a revolução socialista é uma ótima idéia. As pessoas vão adorar explicar como funciona o sistema político na ilha. É simplesmente uma verdadeira aula de história.

Foto: mikeopera no Flickr

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.