Destino de inverno: Patagônia

Parque nacional Torres del Paine
Parque nacional Torres del Paine

A Patagônia é uma das regiões mais belas da América do Sul. Na parte chilena, no sul da Cordilheira dos Antes – por onde ela se extende- a paisagem é belíssima e marca a viagem de qualquer turista que está se aventurando por ela. Principalmente  no inverno, quando é possível aproveitar esse cenário natural junto com os picos nevados, dando uma ar especial a viagem.

A experiência de quem vai a Patagônia é única. Seja na Argentina ou Chile, pode-se aproveitá-la de várias maneiras fazendo trekking, caminhadas, ou andando em certas trilhas de bicicleta, como já falamos no Viagem Hoje. Mas isso é somente uma parte dessa aventura, repleta de lagos, florestas e cenários naturais dignos de serem visitados, independente da estação do ano. Mas no inverno, a região não pode ser deixada de fora da lista de viagens, afinal as temperaturas negativas, a neve e uma paisagem linda em clima invernal são também aspectos essenciais para se aproveitar a Patagônia.

Quem vai ao lado chileno não pode deixar de visitar a pequena e tranquila cidade de Puerto Natales. Lá está localizado o parque nacional Torres del Paine que atrai muitos visitantes principalmente pelo ecoturismo. O parque foi criado em 1957 e desde então seu grande atrativo é a fauna e flora da região, onde vivem guanacos e emas. É tão importante que foi considerado uma reserva da biosfera pela Unesco. O local tem mais de 240 mil hectares, cerca de 1.500 vezes maior que o Parque Ibirapuera – em São Paulo- composto por inúmeros lagos, rios, cachoeiras, além de belas montanhas e geleiras.

Para apreciar a vista do parque a melhor forma é ir nos mirantes – há vários no Torres del Paine- e apreciar os picos nevados na margem do lado Nordenskjold também é imperdível. Em dias mais claros é possível inclusive avistar os picos de Torres del Paine- que dá nome ao parque- e do Cerro Paine Grande, grandes formações rochosas que têm forma de torre. Ainda sobre mirantes, o do Los Cuernos também deve ser visitado. Ele está ao lado da cascata Salto Grante, além de ser possível ver o rio Paine.

O inverno dá o seu charme especial a região. Na temporada as geleiras são o grande atrativo. Há barcos que levam os turistas para vê-las de perto e em dias nublados elas ficam ainda mais lindas, por ficarem com uma tonalidade azul. Vale a pena encarar o frio, mesmo em temperaturas negativas, para apreciar de perto o que há de melhor.

Foto: vam11i12.wordpress.com

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Um comentário em “Destino de inverno: Patagônia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *