Entre os queijos e vinhos de Gramado

Cidade de Gramado
Cidade de Gramado

Gramado tem o seu charme europeu. Com muitos descendentes de alemães e italianos, a cultura europeia influencia na arquitetura e a cultura da região que oferece divesas opções de passeio a um público diversificado que vai ao sul, seja em busca de tranquilidade ou aproveitar o que há de melhor na culinária.

A agência de turismo Jardineira das Hortênsias oferece um passeio de ônibus de uma hora e meia de duração pelo centro e os demais bairros da cidade. Um dos pontos visitados é o Lago Negro, a rua Coberta que é em frente ao Palácio dos Festivais e os jardins da entrada da via Nova Petropólis. Há uma parte linda do tour que é pelos lagos da cidade, com tempo de andar de pedalinho, além de degustar chocolates e espumante.

É um ótimo passeio para ser feito em casal e o melhor é que durante a viagem o motorista vai comentando os lugares de um jeito especial e com carinho, como um próprio morador faria.

A Maria Fumaça também deve fazer parte do roteiro. O trem, construído nos EUA em 1941, tem seis vagões e percorre cerca de 20 km de Bento Gonçalves a Carlos Barbosa, numa velocidade de 30km/h. É um passeio de uma hora e meia, ótimo para ser feito em família. Durante o percurso artistas e músicos logais percorre, os vagões com roupas típicas do sul para animar os passageiros.

Na trilha sonora da viagem há muito violão e gaita. Além disso, o serviço de passageiro oferece vinho e suco. O interessante é que a há lugares para se colocar as taças no teto do vagão, justamente para a pessoa ter as mãos livres para dançar e bater palma.

No sul do país há muitos roteiro de agroturismo e em Gramado isso não foge à regra. Há vários passeios pela zona rural com quatro hora de duração. Descendentes de italianos e alemães abrem as portas de suas propriedades para os turistas visitarem. Um dos roteiros é famoso pela visita a uma produção de cachaças em alambiques, além de passeios em cascatas.

Outro roteiro muito conhecido é pela propriedade onde viveram os casais italianos do romance do escritor José Pozzenato, que até inspirou o filme de Fábio Barreto O quatrilho. Nos tours, sempre há degustação de vinhos e café típicos da Alemanha.

Pode ir preparado para comer e comprar muita comida. Queijos, geleias, salames e vinhos são alguns dos produtos típicos da região que fazem sucesso e são as principais atrações da culinária da região, muito influenciada pelos alemães e italianos.

Foto: intravelturismo.wordpress.com

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.