Exótica e atraente, esta é Nova Délhi

Nova Délhi tem uma cultura exótica

Nova Délhi, a capital da Índia, é um lugar que para ser visitado, é necessário que o viajante se livre dos preconceitos para receber essa cultura exótica. Localizada no norte do segundo país mais populoso do mundo, a cidade reúne a milenar cultura indiana com toda a sofisticação do mundo moderno. Vacas e elefantes andando pelas ruas contrastam com carros, motos, rickshaws e pedestres que circulam pelas vias, num verdadeiro trânsito caótico. Os veículos não respeitam as faixas e as condições das vias são péssimas. Para atravessar uma rua, é preciso muita agilidade. Quem visita Nova Délhi sente saudade do tráfego pesado que circula pela cidade de São Paulo.

A religiosidade da sociedade hindu é uma característica marcante do país. Nos finais de tarde de todos os dias, as pessoas fazem preces religiosas nas Igrejas ou nas ruas da cidade. Por vários cantos, é possível encontrar imagens dos mais variados deuses do hinduísmo, a religião mais comum. Dentre os deuses mais adorados, estão Shiva, Vishnu e Brahma. Ganesha e Krishna também estão entre os mais importantes. Turistas podem entrar nos vários templos, desde que deixem os sapatos e a câmera fotográfica do lado de fora.

Como em todas as grandes cidades do mundo, Nova Délhi também possui uma vida noturna agitada. Restaurantes típicos da culinária hindu estão espalhados por toda a metrópole, com opções que variam de cinco a cinqüenta reais em média. Centenas de bares e casas noturnas fazem a alegria de todas as pessoas, principalmente do público jovem.

O idioma hindu é muito diferente das línguas ocidentais. Mas é importante conhecer o mínimo do vocabulário para se comunicar com os indianos. Shukuriáh significa “obrigado” em português. Namastê é uma saudação de respeito para se cumprimentar alguém ou param puxar assunto. Ram Ram é uma maneira mais informal para saudar uma pessoa.

Nas diversas feiras de artesanato e roupas, os preços podem sair em conta. Mas antes de comprar, é recomendável pechinchar com muita paciência e cara de pau. Nova Délhi oferece diversas opções para quem deseja gastar.

Dentre os principais cartões de Nova Délhi, a Porta da Índia é uma homenagem aos soldados mortos na Segunda Guerra Mundial. A cúpula em formato de uma flor de Lótus faz do Templo de mesmo nome um dos mais bonitos do mundo. O local é muito importante para os praticantes da Fé Bahá’í.  É interessante dar uma passada também no Forte Vermelho, com sua arquitetura indiana típica, e o Túmulo de Humaymun, um mausoléu mongol considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Foto Nova Délhi: laboratoriodeurbanismo.blogspot.com

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.