Turismo rural em Piedade, interior paulista

Turismo rural em Brasil

O agricultor Márcio Sakaguti, morador do município de Piedade, promove um método de turismo rural que está fazendo muito sucesso em todo o interior paulista. Ele aproveitou a sua vasta e peculiar plantação de caquis para promover uma feira ambulante, onde os turistas podem observar os riquíssimos e estruturados métodos de plantação, e ao mesmo tempo, ir colhendo e provando a fruta que é extremamente saborosa. É interessante notar que o local também oferece um rico cardápio gastronômico baseado no caqui: Geléias, vitamina, sucos, biscoitos, tortas, rocambole, quiche, pastéis, entre outros deliciosos quitutes.

Não existe nenhum tipo de inseticida na plantação, o que potencializa o sabor natural do fruto. No mundo moderno achar um alimento 100% natural é mais difícil do que ouro, Piedade acaba trazendo lugares mais valiosos do que platina no que tange à venda de alimentos saudáveis por preços mórbidos. É mais prático e natural colher direto do pé do que comprar na feira, ter a sensação de tocar nas folhas do fruto, respirar um ambiente bem mais tranquilo e natural, sem à gritaria de uma feira na metrópole que representa muito bem a agitação da vida cotidiana da cidade. O contato direto com a terra pode ser um ótimo revigorante para encarar uma estressante semana de trabalho pela frente.

Sakaguti está aproveitando a alta safra de caquis existente em São Paulo durante o outono. Ele cobra o pequeno preço de três reais pela excursão em sua longa propriedade. Sua plantação de caquis atingirá uma média de 50 toneladas até o final do ano. Quem come a planta direto do pé não paga nada adicional, já quem carrega unidades nos cestos acaba pagando por peso, porém o valor é baixíssimo (quatro reais) se comparado com a média cobrada nos mercados. Aproximadamente 2000 pessoas passam pelo local em cada fim de semana outonal.

O município de Piedade também realiza a Festa Kaki Fuyu. A produção de morangos e cerejas são outros destaques diante a rica paisagem característica da Serra do Mar. As bacias do rio Paranapanema, Ribeira do Iguape e Tietê são afluentes fluviais. São aproximados 80 km de distância da capital paulista. O trajeto é feito pelas rodovias federais: Raposo Tavares (SP-270) e Bunairo Nakao (SP-250). Não existe cobrança de pedágio durante o percurso. Durante a viagem é possível passa por municípios paisagísticos do interior de São Paulo: Cotia, Vargem Grande Paulista, Ibiúna e depois Piedade.

Foto: marcelo no Flickr

Autor: Renato Duarte Plantier

Redator na rede de blogs The Diktyo SL. Coproprietário e Redator de blogs informativos em AsemioticanaWeb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *