Mendoza: uma parada obrigatória na região do Cuyo

Lago no Parque San Martín na cidade de Mendoza

A mais de 700 km de Buenos Aires, Mendoza está localizada na região de Cuyo, perto da fronteira com o Chile, e está aos pés da Cordilheira dos Andes. A cidade é outra opção turística para quem quer conhecer um pouco mais o território argentino.

Mendoza também é muito famosa pode ser a região onde está localizada a maior quantidade de vinícolas no país. São mais de mil bodegas, correspondendo 70%  da quantidade nacional.

Caminhos do Vinho é uma das principais atrações da cidade. O visitante conhece vinícolas e adegas da região, além de fazer degustações. O que há mais na cidade são opções de roteiro de vinhos. Ainda nessa linha, o Museu do Vinho San Felipe MonteCasedor é outra alternativa para conhecer mais sobre as bodegas  da região.

A Plaza Independencia também deve fazer parte do roteiro. É uma grande área de jardins que está localizada no centro histórico. O Parque San Martín é outra opção. No local há uma elevação onde o visitante tem uma bela vista da cidade e dos Andes.

Um ponto turístico muito famoso de Mendoza são as Ruínas de San Francisco Videla Castillo. São as ruínas de uma igreja e escola usadas por padres jesuítas, em 1767. Depois as construções foram ocupadas pela Ordem Franciscama, e hoje o local está aberto à visitação. A Basílica de San Francisco também vale a pena ser visitada. É a igreja favorita dos mendocinos.

Como ir:

TAM e Aerolíneas fazem voos para a cidade. No Decolar.com, estão disponíveis informações sobre passagens e horários da companhias aéreas.

Quando ir:

O clima em Mendoza é ameno o ano inteiro, logo em qualquer período, o visitante podera aproveitar a cidade. O cenário da região também fica muito bonito entre outubro e maio, quando há flores e frutos, além de ser a época da plantação de uva.

Onde ficar:

O Bohemia Hotel Boutique está localizado no bairro de Granaderos. A acomodação é um casarão antigo que foi reformado e que tem vista para a Cordilheira dos Andes. Eles está perto de bares e restaurantes, além de estar próximo do Parque San Martín e a 15 minutos da Plaza Independencia.  O hotel também oferece roteiros de vinho para os hóspedes.

Visto:

Como a Argentina faz parte do Mercosul, brasileiros não precisam de visto e podem viajar sem passaporte, basta apresentar a carteira de identidade.

Foto: mewd no Flickr

Autor: Mariana Valle

Blogger na rede The Diktyo SL.Cursando Comunicação Social - Jornalismo na UFRJ.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.