Paranapiacaba atrai turistas de vários lugares em busca de belezas naturais e acervos históricos

A Ferrovia de Paranapiacaba é uma das primeiras ferrovias do país

Localizada na região serrana do município de Santo André, entre a capital paulista e a baixada santista, a vila de Paranapiacaba guarda a memória de um período importante da história do Brasil. Surgiu para abrigar os operários da companhia britânica que construiu uma das primeiras ferrovias do país, a São Paulo Railway, ligando o Porto de Santos ao interior do Estado. A estrada de ferro consolidou o desenvolvimento da economia cafeeira de São Paulo no século XIX e, posteriormente, beneficiou o ABC Paulista e a capital durante a industrialização no Brasil.

Ao antigo vilarejo de Paranapiacaba, restou a vocação para o turismo histórico. Seu clima frio e aconchegante propicia ao visitante a sensação de estar na Europa. O charme das casas feitas de madeira ao estilo britânico e as ladeiras estreitas atraem turistas de vários lugares de São Paulo e do Brasil, principalmente no mês de Julho, durante o Festival de Inverno de Paranapiacaba. A neblina constante a da Serra do Mar dá um toque especial ao local, lembrando o típico fog inglês.

Na Parte Alta da vila, encontra-se a Igreja Bom Jesus de Paranapiacaba. Do outro lado da linha de trem, na Parte Baixa, estão localizadas a maioria dos restaurantes, pousadas e construções em madeira de pinho.

O Museu Funicular preserva boa parte do sistema de tração da ferrovia e outros maquinários e é uma parada obrigatória para os visitantes. Paranapiacaba também tem uma linha turística de trem Maria fumaça, que percorre um quilômetro dentro área do museu ferroviário. Outra atração é a torre do relógio da estação de trem, o principal cartão postal do vilarejo.

No alto de uma colina, com vista panorâmica para toda a vila, está a residência do Castelinho. O local estratégico foi escolhido para ser a moradia do engenheiro-chefe da ferrovia, que gerenciava o tráfego e vigiava todos os operários. Atualmente, a casa abriga o Museu do Castelo.

Desde 2008, todo o conjunto histórico de Paranapiacaba é candidato a patrimônio da humanidade pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura).

Cercada pela Mata Atlântica do alto da Serra do Mar, a região tornou-se também atrativo para turistas que procuram aventura em meio à natureza. É possível realizar trilhas em meio à floresta acompanhadas de monitores ambientais capacitados.

Os visitantes podem chegar à vila por meio do Expresso Turístico que liga a Estação da Luz, no centro de São Paulo, à Paranapiacaba. O trajeto conta com uma parada na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André (Linha 10 da CPTM) e é realizado aos domingos. Também é possível chegar à vila de carro, a partir do Km 45,5 da Rodovia Índio Tibiriçá (SP 31), em Ribeirão Pires. Daí entrar na SP 122 até Paranapiacaba. Existem ônibus que saem do terminal Rio Grande da Serra e da estação Prefeito Saladino, em Santo André.

Foto: sziliotti no Flickr

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *