Quito, a metade do mundo

Vista noturna de Quito

San Francisco de Quito, também conhecida como Quito, é uma cidade de pouco mais de dois milhões de habitantes, sendo também a capital do Equador. Situada no norte do país, Quito possui uma característica peculiar: Está cercada de vulcões ativos, sendo o Pichincha um dos principais. A capital equatoriana está localizada na província que leva o nome desse vulcão cuja base está próxima do centro da cidade.  É possível visitar as proximidades do Pichincha pelo Teleférico de Quito, o segundo maior teleférico do mundo. Lá de cima, a vista para a toda a cidade é encantadora. A região de Quito também é atravessada pela famosa Avenida de los Volcanes, uma sequência de vulcões que corta o país de norte a sul. É possível fazer passeios à várias dessas montanhas, como o Cotopaxi e o Chimborazo, o ponto mais alto do país. Não deixe de visitar também os cinco mil metros de altura do monte Carihauirazo, além do vulcão Sangay, no parque nacional Sangay. A Avenida de Los Volcanes recebeu este nome do explorador alemão Alexander Von Humboldt que percorreu o pequeno país sul-americano no começo do século XIX.

Quito está situado a aproximadamente 25 km ao sul da linha Equador, linha imaginária que dá nome ao país e divide o globo terrestre em hemisférios norte e sul. Não deixe de visitar o monumento Mitad Del Mundo, em português, Metade do Mundo. Mas como o Equador é uma linha que vai bem além do que a mente possa imaginar, existem vários outros lugares de interesse para se visitar. O centro histórico de Quito é o maior da América, com suas ruas estreitas repleta de arquitetura colonial espanhola. A dica é conhecer a Catedral Metropolitana de Quito, considerada a mais antiga da América do Sul e a famosa Basílica Del Voto Nacional, construção gótica construída entre 1892 e 1909. Já a arquitetura típica barroca da América Latina pode ser vista na Iglesia de La Compañia de Jesús. Quito é uma cidade que exala uma cultura que mistura elementos Incas e espanhóis.

Visitar a região central da capital equatoriana à noite é uma boa dica para quem curte apreciar um happy hour. Opções de bares, botecos e restaurantes é o que não falta em San Francisco de Quito. A Rua La Ronda, exclusiva para pedestres, concentra uma variedade de cafés, lojas de artesanato, galerias de arte e bares. O clima frio de Quito, típico de toda a Cordilheira dos Andes, pode ser aliviado com a bebida mais famosa da região: o canelazo, espécie de aguardente quente à base de canela, cravo e naranjilla, fruta nativa dos países andinos. Embora a capital do país esteja localizada na zona tropical do planeta, as temperaturas médias ficam na casa dos 20 graus durante o verão. A altitude de 2850 metros não permite que os termômetros se elevem tanto. Não se esqueça de levar roupas pesadas quando viajar para Quito!

Foto: Guillaume Lavaure no flickr

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.