Resquícios de uma civilização milenar se encontram com a modernidade do século XXI em Pequim

Pequim é capital da República Popular da China

Pequim é capital da República Popular da China e segunda maior cidade do país, atrás somente de Xangai. A paisagem deste lugar está em constante transformação. Hotéis de luxo, restaurantes finos, edifícios comerciais e imensos shopping centers aparecem a cada dia em Pequim, tomando o lugar dos hutongs, bairros tradicionais típicos. Quanto mais a economia cresce – e como cresce! – mais rápida é a transformação do estilo de vida dos chineses. Um turista que visita a cidade de Pequim e volta no ano seguinte percebe essas mudanças. São cerca de 15 milhões de habitantes em toda a aglomeração urbana.

São diversos lugares de interesse espalhados pela cidade, dentre os quais podemos destacar a famosa Cidade Proibida. Este conjunto de palácios imperiais do século XV permanece praticamente do mesmo jeito quando o último imperador a deixou em 1911. A partir daí, o regime político do país mudou de Monarquia para República Popular. A Cidade Proibida é o principal cartão postal de Pequim e um dos principais de toda a China. Ao lado, está a Praça da Paz Celestial, onde aconteceu o famoso massacre dos estudantes de 1989. Todo mundo que visita essa parte da cidade tira fotos com o edifício do Tian’an Men ao fundo. O prédio é conhecido pelo enorme retrato de Mao Tse Tung fixado na faixada.

O Templo do Céu, considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO – Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura – é o maior complexo de igrejas taoístas de toda a China. Sem dúvida, merece ser visitado. O Yonghe Gong, com suas construções gradativamente maiores, também é bastante fotografo pelas pessoas que ali passam.

A famosa Muralha da China, que atravessa o país de leste a oeste, também passa pela região metropolitana de Pequim. Este trecho está localizado a 50 km do norte do centro da capital. Não dá pra visitar o país sem conhecer esta maravilha arquitetônica milenar.

Pequim também é agitada durante a vida noturna. É possível provar o chá da tarde e vários drinks nos inúmeros bares e restaurantes. O Huguang Guild Hall, abrigado em um conjunto de prédios de telhados típicos, oferece apresentações de teatro e música. Já no Tianqiao Happy Tea House, além de ser um ótimo lugar para provar o famoso pato laqueado, é também um bom local para curtir shows tradicionais.

Visitar o centro financeiro da cidade é um programa obrigatório para qualquer pessoa que passa por Pequim. Esta nobre região da cidade concentra uma bateria de arranha-céus moderníssimos, de aço e vidro.Representa toda a pujança da economia que mais cresce no mundo. 

Foto Pequim: viaches.com

Autor: Caio Lima

Blogger na rede The Diktyo SL.

Um comentário em “Resquícios de uma civilização milenar se encontram com a modernidade do século XXI em Pequim”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *