Warning: call_user_func_array() expects parameter 1 to be a valid callback, class 'adsenseib30_textInHome' not found in /home/customer/www/viagemhoje.com/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 307

Terra do Cacau, Ilhéus está imortalizada nas obras de Jorge Amado

Catedral de Ilhéus

Eternizada nas obras de Jorge Amado, Ilhéus é uma cidade do litoral sul da Bahia, localizada a 450 quilômetros de Salvador, a capital do estado. O mar azul turquesa, cercado pela Mata Atlântica preservada, é um verdadeiro convite a qualquer pessoa que adora tomar um bronzeado num lugar tropical paradisíaco. São 84 quilômetros de praias, o que faz de Ilhéus o município com maior extensão litorânea da Bahia, como se já não bastasse o fato do estado possuir a maior costa do Brasil. A cidade é um dos points do surfe no Nordeste do país, mas opções de praias com águas calmas e areias douradas é o que não falta. Vale a pena conhecer as famosas praias dos Milionários, do Sul e de São Miguel.

Embora o escritor Jorge Amado tivesse nascido no município vizinho de Itabuna, foi na cidade de Ilhéus que ele imortalizou várias de suas obras. A “cidade romance do Brasil” possui, logo de cara, um aeroporto com o nome do escritor – porta de entrada para Canavieiras, Itacaré, Baía de Camamu e Barra Grande -, além de um quarteirão inteiro do centro de Ilhéus dedicado a Jorge Amado. É nessa região que ficam as mais importantes atrações culturais da cidade, como a Casa dos Artistas, o Cine Teatro e a própria Casa de Cultura Jorge Amado, abrigada na residência onde o artista passou a infância. Alguns personagens famosos do escritor também marcam presença em inúmeras barracas de praia, pousadas e restaurantes, como é o caso de Gabriela e Nacib, estampadas nas paredes do bar Vesúvio, reduto da boemia no sul da Bahia. Em Ilhéus, Jorge Amado está em toda a parte!

Não deixe de conhecer também a Igreja Matriz, construída em 1556 para ser sede da então capitania hereditária de São Jorge dos Ilhéus, e a Catedral de São Sebastião, imponente construção em estilo neoclássico cuja construção iniciou em 1931 e terminou em 1967. Outros lugares de interesse que merecem uma visita são o Palácio do Paranaguá, o Instituto Nossa Senhora da Piedade e o Palácio Episcopal. São verdadeiros cartões postais da cidade que guardam a história do nascimento do Brasil. Aliás, a cidade é repleta de prédios históricos, inclusive os que surgiram durante o auge da cultura do cacau. Sim, Ilhéus também é a capital do cacau, fruto de origem equatorial que se adaptou perfeitamente ao clima do litoral baiano. Algumas fazendas da região estão abertas ao público, que pode conhecer todo o processo do cultivo da fruta, desde a plantação até a colheita. É possível também degustar o fruto que dá origem ao chocolate, já que a primeira fábrica de chocolates caseiros da região Nordeste funciona em Ilhéus. A Bahia é, de fato, um verdadeiro paraíso para os chocólatras.

Foto Catedral de Ilhéus: happytellus.com

Brasileiros preferem a Bahia para viajar

Bahia á mais de mil quilômetros de litoral

Existem lugares onde o sol está presente o ano inteiro. A Bahia é sem dúvidas um local ensolarado e feliz. Possui alta potencialidade para o turismo pelas belezas paradisíacas praieiras, hotéis luxuosos e alto valor histórico e cultural renomados mundialmente. Ao lado do Rio de Janeiro, Bahia é o estado mais procurado por turistas brasileiros dentro do país, é o que diz estudo oficial realizado pelo Ministério do Turismo.

Os últimos meses do ano passado contaram com quase 90% das vagas ocupadas na rede hoteleira. O ritmo continuou quente até março, uma vez que o carnaval na prática prolongou em mais um mês o ritmo quente do verão. No final do ano passado o Estado bateu um recorde de dez anos no índice de visitação turística e na alta temperatura.

A infraestrutura dos serviços junto com as belezas naturais deslumbrantes apimentadas pelo clima quente, ambas fazem os visitantes voltarem constantemente para região. Normalmente dentro dos pacotes turísticos brasileiros os hotéis ou pousadas oferecem cafés da manha e jantares inclusos, sendo que os preços da estadia são os mais variados possíveis devido à alta concorrência dos mesmos.

De setembro do ano passado para março deste ano calcula-se aproximados nove milhões de turistas na região, um aumento de aproximados 40% do que o mesmo período passado. Segundo o presidente da Associação dos Agentes de Viagens (ABAV), Pedro Galvão, a inclusão da Classe C na economia brasileira foi um elemento essencial para que a Bahia e outros Estados agregassem mais visitas de brasileiros.

A maioria dos comerciantes diz que as vendas de produtos dobraram no período dentro do mercado formal e informal, o que deixa os rostos dos mesmos imensamente felizes. Talvez esteja ai um dos segredos da aconchegante Bahia, uma população nativa feliz sempre recebe o turista de forma mais quantitativa e qualitativa.

A nova onda que está atraindo atualmente um grande fluxo de turistas é o caso de Beatificação da Irmã Dulce. O deferimento oficial da igreja católica foi muito aguardado pelo mundo cristão uma vez que ocorre o primeiro caso onde dois santos tenham se encontrado ainda em vida, no caso o encontro entre Irmã Dulce e o inesquecível Papa João Paulo II.

O evento certamente rendeu também bastante para o turismo. Quase 75 mil pessoas assistiram a cerimonia ocorrida em Salvador. A grande parte da parcela dos presentes era, sem dúvida nenhuma, de fora do Estado. Certamente gozaram da excelente estrutura hoteleira para se instalar. Quase todos utilizaram ônibus para chegar ao local – o Parque de Exposições esteve lotado de pessoas até nos arredores, só não coube mais porque a capacidade ficou esgotada.

Foto: turismobahia no Flickr