Um passeio de trem na Serra da Mantiqueira

Paisagem na Serra da Mantiqueira

Uma grande chance para quem mora na capital paulista e almeja alguns instantes de lazer fora do agito da cidade grande em um passeio com muita cultura e belezas naturais campais. Trecho ferroviário histórico entre Pindamonhangaba, localizado no Vale do Paraíba, até Campos do Jordão, revela paisagens encantadoras em uma geografia repleta de desníveis e rica vegetação.

Este trecho ferroviário existe a mais de cem anos, um dos mais antigos do país. Com a reforma do trem é possível encontrar bastante segurança nos bancos espaçosos e janelas bastante fixas. Ele parte da Pindamonhangaba e cruza a fabulosa e onipresente serra da Mantiqueira até chegar ao destino final, Campos do Jordão.

Vale destacar todo o valo histórico que existe neste trajeto, onde quando o país sofria uma grande crise de tuberculose, diversos doentes embarcavam no trenzinho em busca da cura que só existia em seu destino final.

Um guia turístico acompanha os visitantes durante todo o percurso, valorizando ainda mais a rica história do lugar com a explicação de cada parte simbólica da região. O trajeto possui uma extensão de 45 km e não atinge um limite alto de velocidade uma vez que o objetivo contemporâneo da ferrovia é o de descansar e desfrutar um pouco de história e de áreas verdes.

São três horas de viagens, onde levar um lanche é uma sugestão bastante indicada. Porém, acontece uma parada logo no Km 23, em São José do Pinhal, onde existe um pequeno centro comercial com algumas opções para alimentação. Particularmente acredito que o bolinho de bacalhau é uma das melhores sugestões junto com o sempre delicioso vinho do porto.

Durante o trajeto é possível deslumbrar diversas construções arquitetônicas deslumbrantes construídas do século passado para trás, como uma longa ponte que fora construída na França e chegou ao Brasil em 1924, quando foi instalada na ferrovia.

A imensidão do rio Paraíba presente a baixo é de perder a vista – considerado o principal entre tantos outros afluentes da Mantiqueira.

Durante o caminho, quando se está em um dos picos mais altos, o trem faz uma pequena parada e demonstra uma das visões mais panorâmicas do sudeste brasileiro, onde entre outras geografias, é possível visualizar uma imensa região do sul de Minas Gerais. Vale ressaltar que este é o ponto mais alto em que uma ferrovia brasileira está construída: aproximados 1750m de altitude!

No final do percurso é possível visualizar também a charmosa pedra do Baú, localizada entre São Bento do Sapucaí e Campos do Jordão.

Foto: juliana.sardinha no Flickr

Autor: Renato Duarte Plantier

Redator na rede de blogs The Diktyo SL. Coproprietário e Redator de blogs informativos em AsemioticanaWeb

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.